21 de dezembro de 2015

Se você tem interesse em iniciar um voluntariado, mas não tem disponibilidade durante o período letivo, participe do Voluntariado  de Verão. As atividades fazem parte do Serviço de Atendimento e Fortalecimento de Vínculos para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.  Durante o verão serão oferecidas oficinas culturais, artísticas e esportivas, além de atividades recreativas e passeios.
As atividades disponíveis para o Voluntariado de Verão são:
- Oficinas de Artes e culturais
- Oficinas de Esportes
- Oficinas Recreativas
- Acompanhamento a passeios
- Apoio a Monitoria

Agendar Entrevista pelo fone 51-32212318 ou pelo e-mail gilmar.pauli@avesol.org.br com Gilmar.

Quem desenvolver a arte de compartilhar uma conduta sadia, inteligente, lógica e construtiva, experimentará uma nova escala de valores em suas vidas, humanizando seu cotidiano.





10 de dezembro de 2015

A AVESOL está concorrendo a vaga de conselheira do Conselho Municipal de Assistência Social para o biênio 2016-2018, da sociedade civil, enquanto Entidade de Assessoramento. Os projetos desenvolvidos pela AVESOL, em nível de Economia Solidária, Voluntariado, Educação Popular e Direitos Humanos, tem como motivador a Política de Assistência Social, trabalhando para o empoderamento do sujeito de direitos, possibilitando formas de reflexão de sua condição e oportunizando frentes de trabalho diferenciadas, novas formas colaborativas de enfrentar a desigualdade social e econômica e constituindo fóruns e grupos de discussão sobre Políticas Públicas.
Durante o ano de 2015 ,através do Centro de Referência em Direitos Humanos,  auxiliamos na revitalização  de pautas  relacionadas a pessoas em situação de rua tendo diversas ações auxiliadas pelo CMAS.
Somos uma entidade que não tem projetos e programas conveniados com a FASC .

LOCAL E DATA DE VOTAÇÃO
Dia : 14 de dezembro
Horário : 9 h. às 17 h. 30 min.

CMAS - Rua Baronesa do Gravataí, 700 – 4º andar 

Contamos com o seu apoio para continuar na luta pelo fortalecimento da Assistência Social !!!






4 de dezembro de 2015

A resistência e a luta por um mundo mais solidário abriram oficialmente a 17º Feira Estadual de Economia Popular Solidária, seguida pelo Seminário “Cultura e Economia Solidária” no dia 02 dezembro de 2015, às 9 horas, também inaugurando o auditório da Casa de Economia Solidária (Rua Vigário José Inácio, 303). O ano de 2015 foi de lutas e reafirmação da relevância da Economia Solidária para trabalhadoras e trabalhadores que de forma coletiva buscam a sustentabilidade econômica, política, social e ambiental. Através da Subcomissão de Economia Solidária foram realizadas as audiências públicas e reuniões técnicas pelo Estado, possibilitando voz aos Empreendimentos Econômicos Solidários, que gritam por reconhecimento e apoio ao fortalecimento dessa política pública. Neste mesmo ano, a 17º FEEPS está sendo realizada somente com esforço dos Empreendimentos Econômicos Solidários, sem o investimento público previsto, mas esse protagonismo traz um brilho de luta e resistência daqueles que vivem a prática da Economia Solidária. 
O Secretário da SMIC, Sr. Antonio Cleber, que representou o Prefeito de Porto Alegre, acolheu em sua fala a Feira Estadual no Largo Glênio Peres, apontando a importância da realização da Feira para a cidade reconhecendo a economia solidária, com suas expressões culturais e organização coletiva e autogestionária.  
A cerimônia de abertura foi momento de reafirmação da importância da Economia Solidária para a construção de uma sociedade mais humana, solidária e inclusiva economicamente, de acordo como Ir. Miguel Antonio Orlandi, da AVESOL, precisamos deixar de buscar acumulação de bens para ser uma sociedade mais cumulativa na qualidade de vida e bem estar, exercer a solidariedade como princípio.

Após, aconteceu o Seminário “Economia Solidária e Cultura” ministrado por Leila Betim, do Ministério da Cultura (MINC). A Feira Estadual de Economia Popular Solidária do RS já realizou sua auto declaração na Plataforma do MINC, através da AVESOL, como Pontão de Cultura, buscando somar forças, pois a prática da Economia Solidária é a expressão cultural do povo, seja nas artesanias, na alimentação, na forma de organização e desenvolvimento territorial. Dentro de um sistema sem espaço para todos, com culturas dominantes, economia de privilégios a poucos, busca-se alternativas de bem viver e inserção sócio produtiva, com respeito as acúmulos e conhecimentos que são praticados nas comunidades e famílias, passados de geração para geração.  Também aconteceram apresentações musicais e a apresentação dos Fóruns Regionais, conectando os territórios com as expressões culturais.




1 de dezembro de 2015

Decidi ser voluntária por um ato de gratidão a Deus. Quando ganhamos um presente muito importante para nossas vidas ficamos tão felizes que é impossível não querer mostrá-lo para as pessoas que estão ao nosso redor. Foi assim em minha vida quando ganhei meu presente mais valioso, Jesus. Ele me deu vida quando abri meu coração para que entrasse e desejo que todas as pessoas recebam a vida através de Jesus também. Sou professora de crianças e adolescentes e, nos últimos anos, Deus colocou em meu coração um amor especial pelas crianças com enfermidades, pois sei como elas gostam de estar correndo saudáveis e alegres pelas escolas e parques da cidade, por isso meu maior desejo é vê-las cheias de saúde e alegria novamente. Atualmente, através da Avesol, sou voluntária uma vez por semana no setor de Pediatria do Hospital São Lucas da PUC/RS, participando do Projeto Belém que tem por objetivo compartilhar os valores cristãos através de histórias, músicas e atividades recreativas. Estou satisfeita pela proposta desse projeto, pois ele tem  ajudado a realizar-me como pessoa. Dedicar apenas 2 horas das 168 horas de uma semana é tão pouco para mim, mas para as crianças é algo tão precioso! E tem uma criança neste setor que conquistou meu coração, e que faz valer a pena ensaiar em casa uma música nova no violão a cada semana, pois através deste gesto eu posso fazê-lo feliz. Pois uma criança me faz sentir que vale a pena estar lá!

Sílvia Maria Marodin
Projeto Belém
Novembro/2015


27 de novembro de 2015

De 30 de novembro a 05 de dezembro de 2015, no Largo Glênio Peres, será realizada a 17ª Feira Estadual de Economia Popular e Solidária, são mais de 900 expositores que estarão mostrando que é possível produzir de forma justa a sustentável.

Os expositores são empreendimentos autogestionários, formados por pessoas que trabalham de forma coletiva e criam produtos e serviços que geram renda e inclusão social. Os produtos carregam a força da economia solidária, uma opção justa e responsável de produzir, vender e distribuir renda.

Na Economia Solidária não há exploração do outro nem destruição do meio ambiente. Cooperando, fortalecendo o grupo, cada um pensando no bem de todos e na sua sustentabilidade, essa é a forma de produção e de pensar o mundo do trabalho na economia solidária, uma possibilidade inovadora de geração de trabalho e renda e uma resposta a favor da inclusão social. A economia solidária compreende uma diversidade de práticas econômicas e sociais organizadas sob a forma de cooperativas, associações, clubes de troca, empresas autogestionárias, redes de cooperação, entre outras, que realizam atividades de produção de bens, prestação de serviços, finanças solidárias, trocas, comércio justo e consumo consciente.

A Feira Estadual chega a sua décima sétima edição, firme e forte, unindo pessoas e projetos. Artesanato, confecção, agricultura familiar e alimentação estarão sendo expostas para a população poder adquirir objetos carregados de cidadania, exclusividade, bom gosto e humanidade. Adquira produtos com a marca da economia solidária e faça bonito nas festas de fim de ano.

Nessa edição temos uma estrutura de 1400m², com 88 estandes de artesanato, 1 de alimentação urbana e 20 estandes de Agricultura Familiar. Nos 132 estandes de artesanato, participam mais 660 expositores. Já na Agricultura Familiar estão participando 04 Cooperativas e 26 Agroindústrias, totalizando mais de 1000 produtores trazendo um produto saudável, do campo para cidade.


Nesta edição da 17ª Feira, estaremos comemorando mais uma conquista, a inauguração de um Pontão de Cultura na Casa da Economia Solidária do RS, que estará oferecendo aos empreendimentos acesso as redes sociais e cursos de formação em diferentes áreas, proporcionando assim um mundo mais justo e solidário, para todos.

Fotos na página do Facebook: Feira Estadual de Economia Popular e Solidária do RS

Contatos:
Vera Bortolini 51 -98917639 / <verargbortolini@terra.com.br>
Margareth Wiltgen – 51-93666494 / <margarethwiltgen@hotmail.com>

Leonel carvalho -51- 81029545 / <leonelcarvalho18@yahoo.com.br>


A AVESOL e a ONG Doutorzinhos realizaram, de 03 a 26 de novembro de 2015, a Oficina Jovens Doutorzinhos - Formação de Multiplicadores. Os jovens trabalharam a desinibição, seu processo criativo e resgataram seus momentos lúdicos, transformando   em brincadeiras e ao mesmo tempo  aprendendo sobre  a conscientização de que o Palhaço é o poeta do amor, e seu nariz vermelho o semáforo de emoções. Foi um momento único, onde houve humanização  coletiva e a descoberta  que o Palhaço pode ter um papel muito importante, e vai além do que só fazer palhaçada!


Era uma vez um menino
Que adorava os palhaços
Lá da televisão
Tinha tanto medo o menino
Dos palhaços de verdade
Que preferia observá-los
De longe... bem de longe
Pensava mesmo que eles tinham
Aquelas caras pintadas
Dia e noite, noite e dia
Mas ainda assim gostava deles...

Veio o dia então
Que o menino percebeu
Que o palhaço era homem
E medo não precisava ter
Palhaço agora, ele queria ser...

A vó, que palhaça também era
Pintou sua carinha
E o menino no espelho
Se viu como um lindo palhacinho!

Tão feliz ele ficou
Que não quis tirar a máscara
Os flashs pipocaram
E para todos ele posou
Com um sorriso de felicidade
Do palhaço Frederico...

Adormeceu o palhacinho
E sonhou com as palhaçadas
Acordou de cara limpa
Contando pra todo mundo
Que fora palhaço por um dia
E que isso, por certo virou poesia.

                        (Nane/11/05/2015)




Resumimos nossa leitura do momento histórico a um jogo de xadrez, em que de um lado do tabuleiro estão grandes torres e cavaleiros defendendo seu rei e sua rainha, e de outro lado, uma nova configuração do jogo as peças uniformes pequenas com direito de avançar uma casa de cada vez. À primeira vista jogadores apostariam suas fichas na primeira opção, porém resistir já não é mais a estratégia usada pelas pequenas peças, sua história ao decorrer do tempo possibilitou novos modos de existir. O passado coube uma única tarefa: sobreviver. Para um apostador mais cauteloso, tomaria cuidado antes de apostar suas fichas na primeira opção, esse mesmo jogador faria a si mesmo a seguinte pergunta: - Essas pequenas peças, os “peões” (trabalhadores), sobreviveram às regras perversas do jogo e ainda estão de pé, dispostos a resistir, mesmo sem torre para defendê-los. Os cavaleiros já não são mais solidários aos seus sofrimentos. E não há rei nem rainha para ser defendidos, apenas o peão ao seu lado, assim como todos os outros que estão no tabuleiro, porém essas pequenas peças seguem avançando casa a casa.
Alguém pode nos convencer que o jogo está perdido?

Com esse espírito de valentia e com toda capacidade de se moldar frente às diversidades impostas pelo sistema capitalista, é que realizamos mais um encontro Estadual da Rede Ideia - Cultivando o Amanhã. O objetivo de conectar os empreendimentos solidários dos diferentes cantos do estado , de diferentes setores e arranjos produtivos, para socializar suas experiências e expor suas dificuldades, para que  de uma forma coletiva possamos pensar na organização da Rede Ideia como uma estrutura dinâmica produtiva, com capacidade de conectar as necessidades dos diferentes EES para uma produção social do capital.

O encontro Conectando Ideias aconteceu no dia 19 de novembro de 2015 na Casa da Juventude Marista – CAJU, contou com a presença de mais de 70 integrantes dos ESS da Rede Ideia - Cultivando o Amanhã, e proporcionou um amplo espaço de debate sobre a nova conjuntura que estamos vivendo.

O tom do debate foi dado pelos EES, ao se colocarem como protagonistas da representação da nova forma de organizar o setor produtivo, combinando bandeiras como democracia popular direito ao uso dos espaços públicos, respeito à orientação sexual, defesa pelos direitos humanos, contrapondo o cenário devastador vivenciado na contemporaneidade. A combinação dessas consignas se materializa no dia a dia de trabalho d@s trabalhador@s Rede Ideia Cultivando o Amanhã.

É com esse espírito aguerrido que queremos agradecer a todos os Empreendimentos Solidários que contribuíram durante o ano de 2015 para que pudéssemos consolidar a Rede Ideia - Cultivando o Amanhã.

Também agradecemos aos parceiros que possibilitaram a continuidade das ações de fortalecimento da Rede Ideia. 




Nos dias 25 e 26 de novembro de 2015, estiveram reunidos representantes dos catadores de materiais reciclados de diferentes partes do estado participando do encontro de formação da Rede Ideia - Cultivando o Amanhã na Casa da Juventude Marista. O debate se deu frente ao novo cenário político no Estado do Rio Grande do Sul.  Estiveram presentes 39 catadoras e catadores representando as seguintes Unidades de Triagem: ACATA Ijuí, RL6(Ijuí), Giruá, Ecos do Verde (Santo Ângelo), Recibela (Passo Fundo), ARCA (Caxias), Toroma e ACATA (Alvorada), Santa Rita (Gravataí), ACREA (Cachoeirinha), Associação Barra do Ribeiro, ASCAT, Coopertinga, Rubem Berta, Campo da Tuca, UTC Lomba (Porto Alegre). Também participaram do encontro a FLD, Viva Moara, Zelmute (Chefe de Gabinete do Dep. Zé Nunes -PT), Vereadora Fernanda Melchiona  e  Israel Dutra (Presidente Estadual do PSOL). 

Um pouco da reflexão do nosso cenário: As dificuldades estruturais para os setores mais necessitados já estão com suas fraturas expostas pela falta de comprometimento dos governos ao longo dos anos, em decorrência a um modelo econômico de exfoliação do trabalho. Em virtude do novo cenário político em nosso Estado, esse modelo avança em suas medidas contra o povo, retirando as poucas conquistas. O primeiro ato institucional do governo foi reeditar um projeto de lei da Ex-Governadora do Estado Yeda, cancelando investimento em áreas sociais e de interesse do povo.

Os ventos sopram rápido para aqueles que apostam e lucram com esse modelo excludente.

Temos mais uma batalha pela frente, A SDECT Secretaria do Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia esta avaliando o projeto enviado pela CRVR – Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos que pretende investir R$ 148 milhões em três centrais de tratamento de resíduos no Estado nos municípios de: Viamão, Pelotas e Victor Graeff. O projeto prevê processar 700 toneladas/dia em Victor Graeff, 700 toneladas em Pelotas e 1 mil toneladas/dia em Viamão.

A vida produtiva dos catadores no estado está comprometida, o projeto além de utilizar todo resíduo, que é “matéria prima do trabalho”, não prevê a inclusão produtiva desses trabalhadores.

Iniciamos uma frente ampla de luta e apoio à Reciclagem Popular no Estado, para que possa ser feito o debate real das necessidades estruturais e tecnológicas, em que os catadores possam executar as atividades produtivas relacionadas à classificação, processamento e destino correto dos resíduos no Estado com a proposta de criar uma Rota Solidária dos Resíduos no Estado.

O sistema que vivemos transforma tudo em mercadoria, porém não estamos dispostos a seguir com esse modelo, onde a vida humana é colocada de lado e a fome por capital fala mais alto. Enquanto órgãos de controle ambiental são desmontados por falta de recursos, mineradoras exploram de forma devastadora grandes extensões de terras que podem ser comparadas a outros países. Como se não bastasse estamos vivendo o maior desastre ambiental de nossa história combinada pela falta de controle de órgãos competentes e pela fome do lucro.

Somos milhões e vamos seguir lutando em defesa da vida, não permitiremos que continuem com o Terrorismo Ambiental. #somos_todos_catadores.

Nossa Solidariedade ao povo Mineiro.






23 de novembro de 2015

Ao longo deste ano, unimos forças e encontramos um espaço de tempo em nossas rotinas corridas para nos doar a uma causa que acreditamos ser de grande importância ao próximo, a nós mesmos e à sociedade.  Mesmo com a dura realidade, também encontramos carinho, afeto e crescimento pessoal.
Por isso convidamos a todos para participar do nosso sétimo e último Encontro de Formação de Voluntári@s do ano, para juntos compartilharmos sentimentos e consequentemente melhorar nossas ações para o ano de 2016.

Esperamos por vocês!

Dia: 26/11/2015
Local: PUC - Prédio 17 sala- 104- Centro de Pastoral e Solidariedade

Horário: das 18 às 20h.



18 de novembro de 2015

O Programa Nota Fiscal Gaúcha foi criado no Rio Grande do Sul com o objetivo de combater a informalidade e a sonegação dos comércios varejistas, estimulando o cidadão por meio de premiações a pedir a Nota Fiscal em suas compras. O cidadão que participa do programa, além de concorrer a sorteios de premiações em dinheiro, poderá ganhar até 5% de desconto no pagamento do seu IPVA. Além disso, ao se cadastrar você poderá indicar entidades sociais das áreas da saúde, da educação e da assistência sociais para receberem recursos, por meio do Programa Nota Fiscal Gaúcha, para os seus projetos.
Colabore indicando no seu cadastro a AVESOL como entidade beneficiada, além de concorrer a prêmios, você irá propiciar que a instituição receba recursos para o desenvolvimento dos seus projetos. Se você já é cadastrado no programa Nota Fiscal Gaúcha, poderá alterar no seu cadastro a instituição beneficiada para AVESOL e assim, passar a contribuir com nossa instituição.
Para se cadastrar no programa, basta acessar o link abaixo:



            Durante o cadastro, quando aparecer a tela "Qual a sua entidade social favorita?", escreva Avesol, cidade Porto Alegre e área Assistência Social, que aparecerá na tela a nossa instituição para selecionar. Depois de cadastrado, basta indicar seu CPF durante suas compras para receber pontos automaticamente e concorrer a prêmios.


9 de novembro de 2015

No dia 29/10/2015, aconteceu o 6º Encontro da Formação de Voluntári@s, uma realização do Núcleo AVESOL/PUCRS.  O mesmo proporcionou debates relativos ao Voluntariado, assim como a relação com o outro. Também foi partilhado que 'Ser Voluntário' significa doar uma parte do tempo, utilizando conhecimentos e vivências, por causas sociais, e assim gerando uma realização pessoal e um bem estar interior, reforçando os laços de solidariedade e humanidade.

Até  nosso próximo encontro! 



28 de outubro de 2015

Nesta próxima quinta -feira, dia 29 de outubro , 5ª feira,  teremos nosso Encontro de Voluntári@s. Um momento para que todos e todas possam expressar seus sentimentos e reflexões a respeito das atividades voluntárias
Sua presença é muito importante para o fortalecimento dessa Rede de Solidariedade, trocando experiências e contribuindo para a formação de cada um de nós.
"Quem desenvolveu a arte de compartilhar uma conduta sadia, inteligente, lógica e construtiva, experimentará uma nova escala de valores em suas vidas, humanizando seu cotidiano”.

Data: 29 Outubro de 2015    
Horário: 18 as 20h
Local: Centro de Pastoral e Solidariedade PUCRS
Prédio 17 sala 104
Um  grande abraço e aguardamos pelo nosso encontro!


22 de outubro de 2015

Confira o depoimento dos intercambistas que estão somando forças ao trabalho da AVESOL:

"Somos Jhon e Sabrina, intercambistas da Colômbia e do Chile, estamos trabalhando no projeto Smarketing pelo programa de voluntariado da AIESEC/AVESOL. Somos recém-formados de engenharia industrial com vontade de ter novas experiências, conhecer diferentes realidades, novas culturas e dar apoio às comunidades de Porto Alegre. Nosso trabalho estará focado no desenvolvimento de um plano de marketing pra Rede Ideia - Cultivando o Amanhã, a fim de divulgar o esforço e o trabalho dos diferentes grupos que são parte da Rede Ideia. Também, vamos apoiar internamente alguns grupos mediante nosso assessoramento com ferramentas para potencialização de seus trabalhos a fim de qualificá-los".  ​

Mais uma parceria de sucesso entre AIESEC e AVESOL!







13 de outubro de 2015

Nos dias 07, 08 e 09 de outubro de 2015, o Colégio Marista São Pedro recebeu mais uma edição da Feira da Cidadania, a qual contou com a participação de 17 grupos de Economia Solidária da Rede Ideia.
A Feira da Cidadania iniciou com a mística do abraço coletivo e uma atividade laboral, para energizar a todas e todos. Apesar da chuva forte,  a alegria de estar no ambiente escolar foi um dos motivadores para todos.
Nos dias da feira, os expositores mostraram para a comunidade escolar as formas de trabalho e explicaram suas técnicas como possibilidades de desenvolvimento socioeconômico.
O encerramento contou com a avaliação dos participantes, pontuando a gestão coletiva e a organização deles como aspecto positivo para os próximo eventos que a Rede participará.

Destacamos os grupos participantes da feira: Nina Vó, ABS Biju, Mimus Artesanato, Família MEI, Mãos Pompeianas, Cooperbom, Show de Delícia,  Arte Mania, Grupo Multi, Amo Crochê, Agulheiro das Gurias, Arte em Fios, Coopervida,  Mania de Artesanato, AGA, Associação Morro da Cruz, Artes Baby​.




Clique aqui para ver mais fotos: Fotos da Feira.

2 de outubro de 2015

8° SEMINÁRIO DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE VIAMÃO
“Parece que foi ontem, que um grupo de mulheres resolveu se organizar e vender seus artesanatos no centro da cidade como forma de sustentar suas famílias e lá se vai mais de 30 anos não consigo me recordar de todos que estavam com nós, mas foi ali que começou nossa história”. (Gladis Fraga) 
No dia 28 de setembro, o Fórum Municipal de Economia Popular Solidária do Município de Viamão comemorou seu 16º aniversário promovendo o 8° Seminário Municipal de Economia Popular Solidária. O evento contou com a participação da AVESOL – Associação do Voluntariado e da Solidariedade, o qual mediou o encontro através do colaborador Douglas Filgueiras, mediador, e do Irmão Miguel Orlandi, membro do Conselho Diretor, como palestrante.  Também fizeram parte da mesa: o Secretário do Trabalho, Emprego e Renda do Município de Gravataí, Denner Leopoldo, a Secretária Adjunta, Tais da Silva Marcelino, e a senhora Gilvana Wagner,  Coordenadora do Fórum Municipal de Economia Popular e Solidária do Município.
O evento também contou com a presença do ex-prefeito e vereador Eliseu Fagundes Chaves – RIDI, do vereador Sérgio Antonio Kumpfer, do Vereador Leandro Aguirres e a senhora Ester Hessenling, ex-vice-prefeita do município.
Na parte da manhã, o tom do debate foi de perspectiva histórica, com definição do modelo econômico e seu ciclo de acumulação no sistema capitalista,caracterizando a formação de grandes riquezas no mundo, em que o projeto oferecido está calcado no individualismo. A busca por novos rumos e por uma saída concreta ao desemprego, precedida por grandes mobilizações, pela insatisfação dos resultados políticos desse modelo, e faz com que se antecipe, de forma incipiente, uma proposta de planificação social da economia, denominando-se como economia social, em alguns países da América latina, se popularizando no Brasil como economia solidária. Propondo a humanização das relações de trabalho, com perspectivas que vão além do sistema vigente, até mesmo um conceito que de longe nosso país só ouviu falar, como bem estar social, a economia solidária nasce com uma proposta clara de superação ao capitalismo.

Durante a tarde, os EES compartilharam suas experiências. sonhos e relatos, como o da senhora Gladis Fraga “Parece que foi ontem, que um grupo de mulheres resolveu se organizar e vender seus artesanatos no centro da cidade como forma de sustentar suas famílias e lá se vai mais de 30 anos não consigo me recordar de todos que estavam com nós, mas foi ali que começou nossa história”. Demonstrando na prática que a ideia de que não é mais resolvendo de forma individual, mas com ações coletivas que poderemos oferecer um projeto de transformação, ocupar espaços públicos, disputar um novo projeto e fazer algo, mas a forma coletiva é a grande marca da economia solidária. Para isso é preciso nos mantermos organizados. A partir dos fatos levantados no seminário foi proposto como iniciativa uma frente parlamentar para que se discuta de forma madura o espaço da economia solidária no na administração pública. 





30 de setembro de 2015

Aconteceu no dia 24/09/2015 o quinto encontro de Formação de Voluntári@s, uma realização do Núcleo AVESOL/PUCRS. Nossas práticas são pedagógicas e transformadoras quando olhamos para o que se faz, percebendo que doar gratuitamente nossos talentos e dons está intimamente conectado a processos relacionais comunitários e culturais. O comprometimento com o trabalho voluntário necessita de constante formação, ou seja, analisar as formas de ação.   O evento proporcionou debates relativos ao conceito do Voluntariado, assim como a relação com o outro. Com o Voluntariado aprendemos a  ser protagonistas sociais, pois o mesmo nos ensina a valorizar o amor ausente e não apenas o amor presente, assim como desconstruir conceitos e banir preconceitos.
Esperamos todos e todas  no nosso próximo encontro.


Até lá!



22 de setembro de 2015

Nesta próxima quinta -feira, dia 24 de setembro, teremos nosso encontro de formação de voluntários "Compartilhando Experiências". Será um momento para que todos e todas possam expressar seus sentimentos e reflexões a respeito das atividades voluntárias.

"Se temos de esperar,
que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade." (Cora Coralina)

Data: 24 setembro de 2015
Horário: 18h às 20h
Local: Centro de Pastoral e Solidariedade
Prédio 17 sala 104

Nos encontramos lá!



18 de setembro de 2015

A AVESOL em parceria com a ONG  Doutorzinhos realizará de 03 a 26 de Novembro de 2015 a Oficina – Jovens Doutorzinhos. A formação será voltada para jovens,com intuito de tornarem-se multiplicadores das técnicas apreendidas. Na oficina serão ministrados jogos de integração e sensibilização para a importância do olhar e da escuta com foco na qualidade das relações humanas. Visa estimular o participante a exercitar sua capacidade de interação por meio de temas como olhar, ouvir, estabelecer contato, comunicar. Os encontros propõem atividades de palhaço e de nossa memória de infância: antigas brincadeiras que resgatam nosso olhar sobre nós mesmos e sobre o outro, possibilitando a construção de um espaço comum e criativo. Os educandos trabalharão a desinibição, processo criativo e serão capazes de multiplicar o conhecimento para colegas, ou até mesmo levar a arte para outras instituições parceiras.
Serão priorizados jovens vinculados a Instituições Sociais parceiras da AVESOL, com vagas limitadas. 

Não perca essa oportunidade, faça a diferença!



17 de setembro de 2015

Nasceu!

Depois de muito trabalho e empenho, mais um sonho realizado.
E que bom e que lindos os nossos produtos. Tudo nosso, mas pode ser seu em breve: você poderá adquirir qualquer item, ou todos os itens dependendo da sua necessidade. Estão sendo oferecidos produtos nas linhas: Eventos; Brindes; Casa; Vestuário; Acessórios; Alimentação. Em breve mais informações.

Como diriam os gaúchos: Mas bah! E aproveitando a expressão fizemos um lançamento bem gaudério no acampamento Farroupilha no Piquete Estância dos Amigos!

A linha de produtos da Rede Ideia foi desenvolvida pelos próprios grupos da Rede Ideia encabeçada pelo grupo Ponteio Designer. Segundo o grupo Ponteio “a linha busca a harmonia de técnicas e materiais contemporâneos com modos artesanais e tradicionais de produção”. A linha de produtos Rede Ideia tem em si a missão social e ambiental, um pedacinho de cada empreendimento com os seus os valores e a identidade.

Agradecemos as presenças dos Parceiros: Instituto Lojas Renner, Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – Ação Social, vereadora do município de Porto Alegre Sofia Cavedon, Educação Fiscal da Receita Federal, Cooperativa Vivá Moara, e aos protagonistas: os Empreendimentos da Rede Ideia.  Contamos com a presença de 60 participantes, aproximadamente, que fizeram desse evento um sucesso.


 Agora fica o desafio de criação de um fundo solidário para a melhoria contínua dos produtos e dos empreendimentos da Rede Ideia. 



Veja mais fotos em: FOTOS DO EVENTO

10 de setembro de 2015

Aconteceu no dia 03 de setembro nas dependências do HSL/ PUCRS o segundo encontro de formação de Voluntários, MOCHILA ABERTA II, em parceria com a AVESOL e Núcleo AVESOL/PUCRS.   No encontro foi realizada a partilha dos procedimentos  e cuidados  necessários para  realizar o Voluntariado no Hospital.  Após escolher o Projeto que atuarão, os voluntários   assinaram o Termo de Adesão  ao Serviço Voluntário. Nesse momento, os novos voluntários receberam como símbolo  do início dessa caminhada, uma sandália/chaveiro, que junto com a mochila, fazem parte da trajetória  de transformação  e de solidariedade. 

Desejamos a todos e todas, que esse caminho  traga mais humanização e renovação de esperanças.


“ A vida é um cenário de nobres causas que visam a promoção humana. Obrigado, Deus Pai e Mãe por inspirar tantos exemplos maravilhosos na construção de um mundo mais justo e fraterno”. (Trecho Oração do Voluntário)  




4 de setembro de 2015

No dia 28/08 foi comemorado o Dia Nacional do Voluntariado. Para a ocasião, o programa Canal Aberto da TVE preparou uma reportagem especial sobre o assunto. Nossa colaboradora, Daniela Pimentel, foi convidada pelo programa e realizou uma entrevista falando um pouco sobre voluntariado.

Quem não teve a oportunidade de assistir ou para quem quiser assistir novamente, disponibilizamos o vídeo a vocês.



2 de setembro de 2015

Como reconhecimento e valorização da dedicação às causas de interesse social da comunidade, dia 28 de agosto é comemorado o Dia Nacional do Voluntariado. No dia 27 de Agosto de 2015, a AVESOL em parceria com o Núcleo AVESOL/PUCRS celebrou com os voluntários e as organizações sociais o Dia Nacional do Voluntariado.
O encontro foi de partilha, confraternização e momentos de reflexão, propiciado pelos palestrantes convidados, assim como experiências de voluntários e organizações presentes. 
O espírito de solidariedade se fez presente na fala de cada participante, assim como, a expressão de um trabalho que busca a transformação social. 

Uma homenagem àqueles que escolheram atuar como Voluntários, colaborando com a sociedade e inspirando os passos de outras pessoas neste caminho.





31 de agosto de 2015

A busca pelo aperfeiçoamento e desenvolvimento de técnicas produtivas é um dos principais objetivos de todos os empreendimentos que fazem parte a Rede Ideia. Logo é objetivo e faz parte da missão da AVESOL, pois buscamos estratégias para proporcionar ferramentas para que os empreendimento solidários aos quais assessoramos possam oferecer produtos ecologicamente orientados e com preço justo.
A AVESOL através da parceria com o Instituto Lojas Renner está ofertando capacitação em design de produtos para que os empreendimentos possam aprimorar seus produtos.
Mas afinal de contas que bicho é esse designer:
Designer pode ser idealização, criação, desenvolvimento de produtos e de serviços. 
A palavra design no inglês significa desenho, podemos dizer que um produto tem design quando este apresenta três elementos: funcionalidade, estrutura e estética.
A partir desta parceira a AVESOL pode ampliar o seu escopo de assessoramento ofertando oficinas em design  para os grupos que compõem a rede de empreendimentos Rede Ideia. O fruto destas oficinas é a criação de uma linha de produtos para a coleção da Rede Ideia 2015.  
Continue acompanhando o blog e curta a página da AVESOL no facebook para saber a data de lançamento da linha de produtos Ideia. 








YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Categories

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores