30 de agosto de 2011

Oficina Planejamento, Monitoramento, Avaliação e Sistematização (PMAS)


OBJETIVOS:
  •  Definir e pactuar o legado/contribuição a ser deixada pelo Programa Brasil Local à política de Economia Solidária do país;
  •  Definir as Diretrizes que deverão orientar a sustentabilidade das ações do Brasil Local após a sua conclusão.

 


Estão presentes: Coordenador do Brasil Local Região Sul, Rudimar Dal`Asta, articuladores Mateus de Marco, Rodrigo Souza e Kristyani Bender, além das assessoras de projetos Graziela Emmert e Carolina Carlet.

Ainda, No dia 31 de agosto de 2011, acontecerá reunião do Conselho Gestor Nacional do Brasil Local.


Brasília, 29 a 31 de agosto de 2011
Centro Cultural de Brasília - DF

29 de agosto de 2011

Seminário: Combate a desigualdade em uma perspectiva popular.


Objetivo: Construirmos um debate que fortaleça com informações e com formação uma articulação com identidade popular de movimentos, pastorais, organizações sociais que atuam em diferentes áreas no combate as desigualdades históricas em nosso país e que alem de acompanhar querem intervir, propor e disputar as políticas de combate a extrema pobreza propostas pelo conjunto do Estado brasileiro, em uma perspectiva não prisioneira do sistema do capital.




Local: Fecosul na Rua dos Andradas, 943/701


Data: Sexta-feira, 26 de agosto de 2011


Programação:
9:00: Acolhida, mística
- Exposição de como esta articulação compreende a natureza da desigualdade em nosso país: Pardal Martins (MST) e Eliane de Moura (MTD)
- Exposição do como o Governo do RS pensa estratégicamente o combate a pobreza, as politicas propostas, seus principios e suas prioridades: Paola Carvalho do RS Mais Igual - Gabinete da Casa Civil
- Problematização e debate que aponte contradições, limites, posições;
12:30: Almoço
14:00 - as 17:00 - Aprofundamento sobre o processo de continuidade desta articulação, seu caráter, seu funcionamento e avaliação do encontro;

22 de agosto de 2011


 
Ocorreu nos dias 16, 17 e 18 de Agosto de 2011 a Feira da Cidadania no espaço do Colégio Marista Champagnat onde estiveram presentes 15 grupos entre a Rede de Artesanato e Alimentação. A Feira da Cidadania faz parte do Programa Comunidade Produtiva que tem como objetivo promover a economia solidária, criando redes solidárias entre grupos e comunidades, reforçando sua autonomia, capacidade de iniciativa e sustentabilidade. Os grupos de geração de trabalho e renda comercializaram seus produtos de resíduos têxteis, materiais recicláveis, lãs, entre outros materiais oferecendo uma variedade de aos alunos e a comunidade escolar.


Ao final da feira os participantes da nossa rede entregaram a Direção do Champagnat uma cesta contendo produtos de produção própria como agradecimento.


Formação e Acolhida das Voluntárias




Na terça-feira, dia 16 de agosto ocorreu nas dependências do Hospital São Lucas da PUCRS o Encontro de Formação e Acolhida das novas voluntárias. 

As novas voluntárias foram recebidas pelo grupo de voluntariado do Núcleo HSL orientadas pelas voluntárias Iára Claudio, Magda Sgarabotto e Fábia Martins.
No primeiro momento foi realizada a acolhida e a apresentação dos espaços de voluntariado no hospital. Seguido, pela apresentação do regimento, dos horários de trabalho e dos projetos em vigor. Todas as voluntárias participaram da oficina de “Montricô”, tricô feito à mão, um dos projetos realizados pelas voluntárias na Emergência, na Geriatria e na Pediatria com os acompanhantes e pacientes que se encontram na sala de espera.




Atualmente, o Núcleo Avesol/Hospital São Lucas da PUCRS, conta com os seguintes espaços de voluntariado: 

  •  NAVE – Núcleo da Emergência – atende pacientes e familiares beneficiando, aproximadamente, 200 pessoas por mês; 
  •  NAPE – Núcleo da Pediatria - atende pacientes e familiares beneficiando, aproximadamente, 200 pessoas por mês; 
  •  Núcleo da Geriatria - atende pacientes e familiares beneficiando, aproximadamente, 50 pessoas por mês. 
  •  ABA – Associação Amigos dos Bebês Apressados – atende crianças prematuras e familiares beneficiando 200 pessoas ao dia; 
  • Pastoral da Saúde - atende pacientes, familiares e funcionários beneficiando 3.400 pessoas ao mês.

"Para que o mal triunfe, basta que os bons façam nada"

18 de agosto de 2011

Agente do Projeto Brasil Local em São José dos Pinhais/PR, está no Site da ONU por ser uma das doze mulheres a inspirarem mudanças positivas em suas comunidades.


Doze brasileiras estão com suas histórias de vida publicadas no site da campanha End Poverty. Recentemente, a ONU promoveu um concurso de fotografias sobre mulheres que inspiraram mudanças positivas em suas cidades ou comunidades. Elas participaram e agora estão, junto a outras mulheres de todo o mundo, mostrando seus exemplos de luta!.

Rosali de Fátima Oliveira Santos, a Rose, como é mais conhecida na comunidade onde mora, superou barreiras e venceu muitos desafios ao longo de sua história pessoal e familiar. Quando menina ajudava o pai na lida da fazenda no interior do Paraná, mãe amorosa teve dois filhos.

Fixando residência na Borda do Campo, no Município de São José dos Pinhais, passou pelas dificuldades que muitos migrantes sofrem. Em 2003, vivia numa condição peculiar de vulnerabilidade quando buscou apoio em um projeto social para receber cesta de alimentos, e nesse projeto teve sua própria realidade transformada. Passou a ser voluntária nesta ação que além de fornecer cestas de alimentos começou a servir
alimentação para crianças de cinco comunidades próximas. A cada dia seu envolvimento aumentava, passando a participar como liderança comunitária em alguns espaços. Em 2006, assumiu como Agente de desenvolvimento Local na primeira edição do Projeto Brasil Local em seu estado, da qual até hoje integra, estando o Projeto em sua terceira edição. Em 2007 liderou a criação de uma cooperativa, sendo atualmente a presidente, com o objetivo de melhorar as condições de vida de várias mulheres e suas famílias moradoras da comunidade. Hoje a mesma mantém diretamente cinco famílias que desenvolvem ações e prestam trabalho no meio urbano e rural ligado a Agricultura Familiar e economia Solidária.

Rose coordena também um Projeto ligado à Segurança Alimentar e Nutricional, A Cozinha Escola Mulher guerreira, que tem como maior parceiro e mantenedor o Instituto Renault. A cozinha fornece alimentação diária para aproximadamente 120 crianças em situação de risco nutricional, juntamente com suas mães, avós e responsáveis, encaminhados pelo CRÀS e fornecem aproximadamente cem almoços para duas empresas locais. Além do trabalho social desenvolvido na comunidade, as mulheres guerreiras que trabalham na preparação das refeições e lanches já conseguem ser remuneradas pelo seu trabalho prestado.

Rosali, afirma que foi graças também ao Projeto Brasil local que a realização desses trabalhos se tornou possível, e que apesar da dor do luto pela perda de um dos filhos em 2009, buscando trabalho a força para continuar transformando e melhorando as condições de vida de
inúmeras famílias.

17 de agosto de 2011



No último sábado, dia 13 de agosto, aconteceu na PUCRS, o Encontro de Formação – Módulo I de Preparação ao Voluntariado

Participaram do encontro 16 voluntários inscritos no Núcleo de Voluntariado Avesol/PUCRS. Os voluntários são estudantes da PUCRS e diplomados que decidiram doar seu tempo e talentos em busca da transformação social e contribuindo para a cultura da solidariedade e da paz.

Os estudantes são de diferentes cursos tais como, História, Biologia, Hotelaria, Direito, Fisioterapia, Psicologia, Nutrição, entre outros. E irão atuar em organizações sociais conveniadas junto a Avesol para auxiliar nas demandas de educação popular, meio ambiente, cidadania, saúde e assistência social, beneficiando crianças, jovens, adultos, idosos e comunidades de baixa renda.

Nesse Encontro os novos voluntários puderam conhecer o programa de voluntariado, refletir e discutir sobre questões que norteiam o tema. Os principais pontos debatidos foram sobre as seguintes questões:
  1. Porque escolhi ser voluntário?
  2. Quais as competências/habilidades que julgo serem necessárias para desenvolver o voluntariado?
  3. O que espero da comunidade/organização e o que a comunidade/organização espera de mim?
  4. De que forma a atuação voluntária contribui para o desenvolvimento pessoal e da comunidade/organização?

Além dessas questões foram debatidos, ainda o preconceito, as injustiças sociais, a convivência, a cooperação e o respeito entre voluntários, beneficiados dos projetos e organizações sociais.
Os voluntários presentes nesse encontro participarão do Módulo II: acompanhamento em 29/10/2011.
Já os estudantes da PUCRS inscritos no programa entre 13/08 e 02/09 participarão do Módulo I: Preparação ao Voluntariado no dia 03/09 às 14h no prédio 40.

A participação no Módulo I é pré-requisito para a atuação voluntária.




Se você é estudante da PUCRS e deseja participar do Programa, inscreva-se no site:
Clique Aqui ou visite-nos no Núcleo de Voluntariado AVESOL/PUCRS, no Centro de Pastoral e Solidariedade, prédio 17, Sala 101.

Fone: (51) 33534959

4 de agosto de 2011


Objetivos:
  • socializar o processo de sistematização e refletir criticamente sobre o mesmo, extraindo lições;
  • analisar e aprimorar algumas narrativas de sistematização, entre as experiências pré-selecionadas, de modo a buscar interfaces e aprendizagens;
  • encaminhar e agilizar os desdobramentos da fase conclusiva do processo de sistematização;
A equipe região sul do Brasil Local está presente dos dias 02 e 04 de agosto no Seminário Nacional em Brasília com o coordenador regional Rudimar Dal`Asta, a assessora de projetos Carolina Carlet, os articuladores do RS Mateus de Marco e Luiz Teixeira e a articuladora de Santa Catarina Kristiany Bender.
Na região sul, contamos com 04 Experiências para sistematização nacional: 02 no Rio Grande do Sul, 01 no Paraná e 01 em Santa Catarina, com os respectivos temas:organização e reorganização de fóruns e micro fóruns de economia solidária;comunidade de Água Santa com o Grupo de Mulheres Camponesas e organização de Padarias Comunitárias.
Essas experiências e suas sistematizações fazem parte do processo de ações do Projeto Brasil Local, e a ação é direta com os \as agentes de desenvolvimento local em cada estado , região e municipio. Contamos com parcerias locais para a realização e efetivação das primeiras narrativas sobre as experiencias.
No final haverá uma quinta experiência, que será da entidade executora a AVESOL em relação a construção, vivência e finalização dos processos regionais.



Ainda na finalização acontecerá uma publicação das mesmas com o objetivo de registrar uma boa ferramenta para a construção da ecosol.
É dia de trabalho e a cada dia construímos avanços e possibilidades para economia solidária, na região sul e Brasil.

Fonte: Equipe Brasil Local - Região Sul

1 de agosto de 2011



O primeiro Seminário de Economia Solidária e Desenvolvimento Local previsto para os 55 municípios da Região Sul do Brasil, dentro do Projeto Brasil Local, aconteceu em Tapes- RS no dia 28 de julho. Foram analisados num primeiro momento os diagnósticos de desenvolvimento econômico, cultural e social do município baseados em dados oficiais. 

Da 9hs até as 16hs foram debatidas essas questões e outras que dialogam com as relações humanas no mundo do trabalho, as parcerias com Entidades e Gestores Públicos, as ações para desenvolver a Economia Solidária e os Empreendimentos e os conceitos de sustentabilidade do todo, ser humano e planeta. 

Os participantes encaminharam demandas tanto para os Poderes Municipais, Executivo e Legislativo (criação do Conselho Municipal de ES, gestão participativa), como para as Entidades (projetos para Formação e Qualificação dos Trabalhadores), como para os próprios Empreendimentos (mobilização e maior participação). 

Na avaliação ao final do encontro, os participantes fizeram questão de afirmar que era um início de caminhada, pois até então pouco havia sido debatido no município sobre o tema, mas mesmo assim foi significativo o encontro e de com muito boa compreensão da proposta e do tema. 

A Agente Bruna que milita em Tapes está acompanhando 05 empreendimentos pelo Projeto BL no município que pela primeira vez tiveram a oportunidade de estarem reunidos num mesmo espaço de debate junto a Entidades e Gestores Público e isso foi na opinião dela, muito positivo.



Por Luiz Teixeira – Articulador BL - RS

YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Categories

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores