30 de setembro de 2014


Nos dias 01, 02 e 03 de outubro acontecerá mais uma edição da Feira da Cidadania com a participação de 14 grupos da Rede Ideia – Cultivando o Amanhã. O evento acontece mensalmente com a exposição de empreendimentos associativos solidários de artesanato, confecção e alimentação, que assessorados pela AVESOL, divulgam e comercializam seus trabalhos nos Colégios da Rede Marista. No mês de outubro, a Feira da Cidadania será no Colégio Marista São Pedro, na Rua Álvaro Chaves 625 – Bairro Floresta, das 8 horas às 18 horas. Convidamos a todas e todos para prestigiar o trabalho realizado por pessoas que encontram na Economia Solidária a valorização dos seus fazeres e desenvolvimento sócio produtivo.

Faça sua escolha, adquira seu produto da Rede Ideia e fortaleça os laços de Cooperação, Autogestão e Solidariedade!

29 de setembro de 2014


No dia 24 de setembro de 2014 aconteceu mais uma reunião da coordenação da 16° FEEPS.
As atividades foram divididas em dois momentos, sendo que no período da manhã tivemos a formação tendo como educadora popular Pâmela da Caritas Regional que iniciou a formação com uma pergunta: Porque eu vim para a Economia popular solidária?

Dentre as respostas que mais apareceram foram: Geração de trabalho e renda, necessidade de dar outro sentido para a vida, convivência, convite de amigos e ou, familiares, através de cursos, por causa da valorização da mulher e dos idosos, busca pela organização do empreendimento popular solidário, a busca por outra forma de economia, busca de oportunidade de trabalho, ou qual não tinha acesso no mercado de trabalho capitalista e pela filosofia do movimento.  Em segundo momento os participantes foram convidados a refletir sobre o conceito da Economia popular solidária. Foi feito um breve debate sobre a atual realidade da Economia popular solidária.


No período da tarde foi realizada a reunião da coordenação 16° FEEPS, tratando de assuntos pertinentes a realização da feira Estadual que será nos dias 01 à 06 de dezembro de 2014 no Largo Glenio Peres em Porto Alegre.



26 de setembro de 2014


A AVESOL,  torna público a Carta Convite seleção e contratação de empresa especializada em operacionalizar contratação de estagiários:


DO OBJETO
a) Contratação de Agente de Integração, para preenchimento das vagas de Estagiários;

b) Somente serão aceitas pessoas jurídicas que comprovem capacidade para fornecer este tipo de serviço, conforme item VI deste edital;

25 de setembro de 2014


Até o dia 26 de setembro (sexta-feira), está aberta a Consulta Pública para a regulamentação do Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil, lançada pela Secretaria Geral da Presidência da República (SGPR). A participação das OSCs é importante para garantir uma legislação que valorize o trabalho e a autonomia das entidades.

A Lei 13.019/2014, sancionada pela Presidenta Dilma no final de julho, estabelece normas para a parceria entre Organizações da Sociedade Civil e o poder público, na busca por maior segurança jurídica para ambos. Agora, o governo está trabalhando na regulamentação da Lei, aceitando sugestões da sociedade civil através da consulta, feita pela internet.

19 de setembro de 2014

A EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS NA PROMOÇÃO E DEFESA
DOS DIREITOS HUMANOS


Local: Auditório Clara Scott do CAMP - Praça Pereira Parobé, 130 - Centro, Porto Alegre – RS.
(51) 3212-6511


Programa

9h – Recepção
9h 30min – Abertura
Ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República – Ideli Salvatti
Movimento Nacional de Direitos Humanos
CAMP- Centro de Assessoria Multiprofissional
RECID - RECID - Rede de Educação Cidadã -
FLACSO - Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais
Conselho Estadual de Direitos Humanos
Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos
Comissão de Direitos Humanos da Procuradoria Geral do Estado
Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos
Secretaria Estadual de Educação
Secretaria Municipal de Direitos Humanos

11h – Debate entre os participantes
12h - Almoço
14h Roda de Debate: Como a educação em direitos humanos pode contribuir para a promoção e defesa dos direitos humanos?




17h - Encerramento

18 de setembro de 2014

O Centro de Referência em Direitos Humanos-AVESOL convida para mais um encontro que busca reunir as entidades que trabalham com o direito das pessoas com deficiências.

No encontro passado, que aconteceu no dia 20 de agosto, vimos a necessidade de nos reunirmos sistematicamente. Por isso o CRDH-AVESOL tem a satisfação em convidar as entidades parceiras.



QUE HORÁRIO? Das 14h às 17h
ONDE? Rua Almirante Barroso, n°626, Bairro Floresta
QUANDO? 24/09 





Centro de Referência em Direitos Humanos AVESOL
Telefone: +55 51 3264-3929

17 de setembro de 2014

 Voluntári@s AVESOL E PUCRS,

Nosso próximo Encontro de Formação ao Voluntariado será realizado no dia 25 de setembro, 5ª feira, das 18h às 19h30, térreo, prédio 22 - PUCRS.

Nesse encontro abordaremos o tema: “Voluntariado e qualidade de vida” - com o objetivo de refletir sobre as ações executadas no voluntariado e o que elas representam em nosso cotidiano.

VENHA PARTICIPAR CONOSCO!

Confira, também, o material dos encontros anteriores à disposição em nosso grupo no Facebook (https://www.facebook.com/groups/583974278294096/). 
Você já se cadastrou lá?
  
 Sua presença é muito importante, pois é o momento de trocarmos experiências, valorizar nosso trabalho e contribuir para a formação de cada um de nós.

Um grande abraço da equipe AVESOL/PUCRS!


¨Superando desafios, construindo cidadania”.
Confira o depoimento de Jonathan Ospina, voluntario colombiando que está colaborando com os projetos da AVESOL. "En el tiempo como voluntario he vivido muy buenos momentos y he ganado experiencias de vida creciendo en lo profesional pero lo más importante creciendo como ser humano."
  Voluntario una experiencia de vida


Soy Voluntario de Porto Alegre  mi nombre es Jonathan Ospina,  tengo 25 años y estoy estudiando Administración y Dirección de Empresas. Durante los últimos  dos meses han sido voluntario en AVESOL  participando principalmente, en un  proyecto que busca conformar  una cooperativa solida de galpones de reciclaje, en el tiempo como voluntario he vivido muy buenos momentos y he ganado experiencias de vida creciendo en lo profesional pero lo más importante creciendo como ser humano.

Las personas con las que trabajo tienen una historia propia, llena de dificultades en el camino que han ido superando con el tiempo. Lo que es seguro es que ellos y ellas han vivido mucho y que nos pueden explicar muchas cosas que a todos nosotros nos pueden ser de gran ayuda. Llegar a un galpón de reciclaje conocer la cultura, la calidez humana, la forma de trabajar, pero principalmente  la actitud y las ganas de salir adelante  te llenan de unos deseos indescriptibles de trabajar y colocar todo de ti para realizar el proyecto. Definitivamente se tiene muchas herramientas para trabajar  sin embargo el saber cómo utilizarlas es fundamental para el crecimiento de los galpones y el desarrollo económico  de las personas que allí trabajan.

Para mí, Ser voluntario en AVESOL me ha aportado muchas vivencias que han conformado mi personalidad.
En mi opinión, mi manera de actuar y pensar se ven reflejadas por esta experiencia. Ser voluntario me ha aportado una serie de valores. Uno de los que considero más importantes es la amistad. Dar sin recibir nada material. Estar con una persona y poder compartir las mismas experiencias, y que te explique todo el que ella quiera y que también le puedas explicar lo que te angustia y te está pasando, es un hecho que sólo puedes hacer con alguien que consideres amigo tuyo. Para mí el compromiso es un hecho muy difícil de llevar a cabo en el día a día, y sobre todo cuando todavía eres joven  entender que tienes un  compromiso serio el cual debes cumplir para garantizar la buena ejecución de tu proyecto  es un valor adicional que he desarrollado.  Con la paciencia  indiscutiblemente  se pueden tener mejores resultados al realizar las cosas sin prisas  del mundo exterior, esto  te lleva a realizar un mejor análisis de la situación y dar mejores resultados,  la paciencia y el gusto por hacer las cosas bien hechas y con el máximo interés posible es un valor que creo que he podido desarrollar en este tiempo como voluntario.

 Como voluntario encuentro que he ganado mucho en respeto a las costumbres de las personas. Cada cual tiene su forma de hacer y con la edad se van adquiriendo más costumbres y en mi opinión, estas costumbres se tienen que respetar. También encuentro que convivir con otras generaciones me enseña y  me ha hecho ver el mundo con muchas ganas de conocer cosas nuevas y de vivir diferentes tipos de experiencias. Para mí ser voluntario ha sido más que una experiencia, ha sido una oportunidad que me ha dado la vida y que he podido aprovechar. Muchas veces es difícil encontrar tiempo para poder hacer estas cosas, pero con algo de buena voluntad y en diferentes etapas de la vida se puede ir desarrollando esta tarea en diferentes grados. Para mí cuando te encuentras a gusto contigo mismo es cuando te puedes dedicar con más entusiasmo al voluntariado y hacer así que las personas que tienes a tu lado se enriquezcan de tu optimismo y brille la alegría en sus ojos. Yo desde mi pequeña experiencia doy ánimos a todas las personas para que lo prueben y puedan decidir si desean hacer voluntariado, pero que tengan en cuenta que existen tantos ámbitos y tantas organizaciones que seguro que encontrarán alguna donde poder colaborar y ayudar a hacer un mundo mejor.

5 de setembro de 2014

A equipe de Educação Fiscal da IRF/POA se reuniu no dia 29 de agosto, com o representante de projetos da Associação do Voluntariado e da Solidariedade – AVESOL, Douglas Filgueiras, para definir a participação da Educação Fiscal – EF no trabalho de formação desenvolvido pela AVESOL.
A reunião teve como objetivo agregar conteúdo de Educação Fiscal, focando principalmente nos seguintes aspectos: Promover a orientação tributaria e aduaneira.
A primeira reunião será destinada a todos os participantes dos grupos, e a partir do 2º encontro as reuniões serão destinadas aos representantes eleitos pelos grupos, sendo que a participação é livre para os demais.

PROGRAMAÇÃO
Encontro de Educação Fiscal
IRF\POA e AVESOL

Objetivo: Orientação Tributaria e Aduaneira
1º Encontro
Data: 08/09 - Reunião Geral
Temas
1 - Educação Fiscal
2 - Empreendimentos Associativos (Apresentação do projeto Educação
Fiscal da IRF/POA - Empreendimentos Associativos).
Palestrante: Dão Real Pereira dos Santos - Auditor Fiscal da Receita Federal Brasil
2º Encontro
Data: 23/09 - Reunião com Representantes dos Grupos
Temas
1 - Conceitos Relacionados a Cooperativa
2 - Destinação de Mercadorias Apreendidas
3 - Cooperativa, associação e Micro e Pequenas Empresas, Condomínio, MEI, Empresas em Geral.

Palestrante: Victor Guilherme Ruschel - Auditor Fiscal da Receita Federal Do Brasil / Marco Antonio da Rocha Amaral - analista tributário da Receita Federal do Brasil 
3º Encontro

Data: 07/10 - Obrigações Fiscais Relativas aos Governos, Federais, Estaduais e Municipais.



Temas
 1 - Tributos Federais, Estaduais e Municipais que incidem sobre as cooperativas e a conseqüência do não cumprimento das devidas obrigações.
Obs: O evento terá representantes das Receitas, Federais, Estaduais e Municipais.
4º Encontro
Data: 21/10 - Custos Tributários/Aspectos tecnicos Contabeis e Educação Financeira
Temas
Formação do espaço, Custos Fixos e Variáveis, Organização dos recursos em uma Cooperativa e Sazonalidade dos Produtos.
Palestrante: A ser definido
5º Encontro
Data:04/11 - Continuação do tópico Custos Tributários - Aspectos Contábeis e Educação Financeira
Temas
Aspectos Contábeis e Educação Financeira
Palestrante: A ser definido
6º Encontro
Data:18/11 - Continuação do tópico Custos Tributários - Aspectos Contábeis e Educação Financeira

Temas
Aspectos Contábeis e Educação Financeira
Palestrante: A ser definido
7º Encontro

Data: 04/12 - Participação do Encontro de Final de Ano

2 de setembro de 2014

 No dia 26 e 27 de agosto, em Porto Alegre, aconteceu o segundo encontro do ano da Rede de Catadores – Rede Ideia Cultivando o Amanhã, o encontro contou com a presença de 30 lideranças de catadoras e catadores do Estado entre eles representantes da Rede CATA POA e da Rede de Comercialização Solidaria das Missões.
Nosso encontro resgatou a memória de um dos principais lideres populares de nossa história, o seringueiro e Chico Mendes, que dedicou sua vida em defesa dos trabalhadores e pelas seringueiras nativas da floresta amazônica.
O encontro buscou aproximar as duas experiências que tem demonstrado sucesso em nosso estado para que possamos planejar novas ações em diferentes regiões ampliando as possibilidades de renda para os catadores.
Rede CATA POA: se organizou a partir das bases do MNCR em Porto Alegre e região metropolitana e surgiu como uma rede prestadora de serviço. A Rede foi responsável pelo gerenciamento de resíduos nos jogos da Copa do Mundo, hoje a rede fechou acordo com o Esporte Clube Internacional e tem prestado serviço em todos os jogos do clube.
Rede de Comercialização Solidária: AVESOL em parceria com a Aliança Empreendedora executou um projeto com os catadores prevendo a comercialização em rede, o que resultou em uma REDE DE COMERCIALIZAÇÃO SOLIDÁRIA na região das missões do Estado, com os municípios de Santo Ângelo, Ijuí e Giruá. A rede rendeu um valor de 50 centavos a mais no Kg do produto comercializado.
Tendo em vista que mais de 50% dos municípios Brasileiros estão em inconformidade com a Política Nacional de Resíduos Sólidos e que o numero aumenta ainda mais se considerarmos que os Planos Municipais não seguiram as orientações federais de construção coletiva e com inclusão dos catadores. Buscamos nos debruçar a compreender essas lacunas no segundo dia do encontro.
A AVESOL tem trabalhado nesses últimos dois anos de forma pedagógica com os catadores, com as etapas de construção e participação dos catadores na construção dos Planos de Gerenciamento de Resíduos, com a inclusão da coleta solidaria, como também, com os impactos socioambientais e econômicos gerados a partir do trabalho do catador. Lembramos que os municípios tiveram quatro anos para se adequar a construção de uma política inclusiva tendo possibilidade de financiamentos de créditos do governo federal e que mais da metade dos municípios no país ainda não o fizeram.
Em quanto isso os catadores e muitas entidades de apoio como a AVESOL seguiram apostando na organização em Rede como resposta concreta a superação das dificuldades individuais.

Muitas associações de catadores aceitaram o desafio e alteraram seu registro para cooperativa, ficando assim, em conformidade para prestar o serviço que envolve o destino do resíduo sólido, e agora queremos reconhecimento por esse esforço, queremos a garantia que o catador seja o principal agente executor de coleta solidária nos municípios.

YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Categories

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores