24 de setembro de 2018


No dia 15/08/2018 o Centro de Referência em Direitos Humanos – AVESOL ministrou oficina sobre Direitos Humanos e Política para jovens atendidos pela Ensino Social Profissionalizante (ESPRO), em Porto Alegre/RS, na sede do CRDH/AVESOL, localizado na Rua Almirante Barroso, 626, Floresta, Porto Alegre/RS, das 14:00 às 17:00.
A oficina teve como objetivo debater com os jovens os antecedentes políticos do Brasil, relembrando os processos históricos que constituem nossa história política, bem como fazê-los refletir criticamente sobre questões atuais da política brasileira e como podemos agir na luta pela garantia de direitos assegurados pela Constituição de 1988.
Assim, foram lembrados desde o período colonial português, com o genocídio dos povos originários e a escravidão do povo negro, os períodos ditatoriais, tendo sido ressaltada a história daqueles que lutaram por Democracia. Ao depois, apresentou-se as principais características do regime político brasileiro, qual seja, a república presidencialista. Com isso, perguntou-se aos jovens o que eles entendiam dos conceitos de “direita” e “esquerda”, tendo sido lhes apresentada a origem histórica destes termos, bem como seu significado atual.
Com isso, abordou-se o atual cenário político brasileiro, apontado para os jovens quais são os principais temas de debate entre os candidatos para a corrida presidencial. Desse modo, os jovens puderam se posicionar em temas como educação, economia e segurança, tendo ocorrido um debate muito profícuo.  
Chamou atenção o fato de que pouco jovens entre 16 e 18 anos possuem título de eleitor. Muitos disseram que pensam que votar é um ato de muita responsabilidade e não se sentiam preparados para isso. Por fim, com o debate gerado, muitos jovens apontaram como era importante debater temas polêmicos que permeiam a vida de todos, devendo isso ser mais incentivado.




 Nos dias 11 a 13 de setembro ocorreu no Colégio Marista São Pedro mais uma edição da Feira da Cidadania. Estiveram presentes 14 grupos de economia solidária ligados à Rede Ideia que são assessorados pela AVESOL. A feira, além de proporcionar a comercialização de produtos artesanais de responsabilidade ecológica e que valorizam o trabalho e promovem o comércio justo, também oportunizou interações entre educandos e artesãos. Assim, no espírito de solidariedade que a Feira da Cidadania decorreu, integrando a comunidade escolar do Colégio Marista São Pedro com meios viáveis para transformar o mundo. Nessa feira, ocorreu também a entrega de um Tablet para o Grupo Artesanarte, para uso no decorrer do Projeto em EAD Rede Digital.









Meu sonho de sociedade ultrapassa os limites do sonhar que aí estão.

(Paulo Freire)



O sonho é o princípio da transformação, e há 20 anos a Cooperbom - Cooperativa Mista de Trabalho e Produção Bom Samaritano, deu o primeiro passo na realização desse. E assim, no dia 14 de setembro estivemos, nós AVESOL, com alegria e orgulho no almoço comemorativo dos 20 anos de muita luta e persistência da implantação e fortalecimento desse empreendimento econômico solidário. A Cooperbom, que também é um dos empreendimentos integrantes da REDE IDEIAL – AVESOL representa a luta que empreendemos pela valorização da economia solidária no Brasil, promovendo uma sociedade justa, igualitária e sustentável. O desafio que agora fica, não é de somente recordar os passos já caminhados, mas em fortalecer-se e trilhar nossas metas em vista do futuro.







No último dia 15 de setembro de 2018 aconteceu na PUCRS o Encontro de Novos Voluntári@s e apresentação das instituições parceiras para  alunos, diplomados e colaboradores da PUCRS.
O momento foi de apresentação  das Instituições parceiras, bem como de suas demandas  para acolher novos voluntári@s.
O Coordenador do Centro de Pastoral e Solidariedade Leonardo Agostini abriu o encontro falando da importância do Voluntariado como ferramenta de construção da cidadania e na formação de profissionais mais humanos e comprometidos com uma transformação social.
Agradecemos a todos os participantes, desejando que essa caminhada seja o início para a construção de um mundo mais justo e solidário.





21 de setembro de 2018

Edital 009/2018
Convênio 861471/2017 - MDH

Confecção de banners

Baixe o arquivo em:





 
Edital 008/2018
Convênio 861471/2017 - MDH

Aquisição de material pedagógico (kit com sacola)

Baixe o arquivo em:





 
Edital 007/2018
Convênio 861471/2017 - MDH

Confecção de folders

Baixe o arquivo em:

















 
Edital 006/2018
Convênio 861471/2017 - MDH

Confecção de cartilhas

Baixe o arquivo em:





 
Edital 005/2018
Convênio 861471/2017 - MDH

Confecção de camisetas

Baixe o arquivo em:




 
Edital 004/2018
Convênio 861471/2017 - MDH

CARTA DE RETIFICAÇÃO
 
Prestação de serviços de manutenção e atualização de sítio eletrônico

Baixe o arquivo em:
 https://drive.google.com/file/d/1itWXiBkXz3Zl6o1Oo8uTi29A6_-2IdMI/view?usp=sharing 




11 de setembro de 2018


No dia 10 de setembro os Grupos de Economia Solidária da Rede Ideia, que são assessorados pela AVESOL, estiveram presentes na reunião mensal do Programa Comunidade Produtiva, na sede da AVESOL, para um momento de informes, avaliações e formação humana.
A pauta da reunião ocorreu em torno do tema: “De um sonho por justiça, faço minha luta”, onde iniciou-se pela acolhida e deu segmento com avaliação da Feira da Cidadania ocorrida no Colégio Marista Graças, em Viamão, e da ação social realizada na Associação Comunitária no Campo da Tuca, que contou com a presença de alguns integrantes da Rede Ideia. Na reunião foi dado um breve feedback sobre o andamento do Projeto Rede Digital – EAD, e abriu-se a possibilidade de inscrição a novas pessoas.
Num segundo momento, instigado pelo documentário “Francisco, o Jesuíta”, ocorreu um breve debate em torno da necessidade de persistência nas lutas em vista da transformação social à luz da figura do Papa Francisco, em especial da sua atuação como sacerdote no contexto de Ditatura Militar na Argentina.
Após informes, partilhou-se sobre as novas parcerias que estão surgindo ao longo da caminha da Rede Ideia, como com a Faculdade de Designer da PUCRS, no desenvolvimento de novos produtos / acessórios em parceria com alguns grupos de artesanato ligados à AVESOL. O momento foi encerrado com um café coletivo.






O Centro de Referência em Direitos Humanos - CRDH realizou duas oficinas na Escola Estadual de Ensino Médio Mariz Barros, por meio do convênio com MDS/SNC 861471/2017, com as turmas dos sextos e oitavos anos nos dias 27 de agosto e 03 de setembro do corrente.
Objetivo da oficina é mostrar a importância de identificar e estudar o bullying, fenômeno esse que causa tantos conflitos entre os adolescentes(alunos)principalmente no ambiente escolar. Mas o que mais assusta é a forma como acontece, pois, pode deixar sequela irreparável como o suicídio. Sempre apresentamos aos alunos que há Lei 13.185/15 de combate ao Bullying nas escolas e a outra e a Lei 13.663/18 que inclui entre as atribuições das escolas a promoção da cultura da paz e medidas de conscientização, prevenção e combate a diversos tipos de violência, como o Bullying. É um tema que precisa ser tratado, com seriedade, com respeito jamais deve ser negligenciado. Os alunos aos poucos vão relatando que já sofreram bullying outros ainda sofrem, já houve casos de evasão escolar, depressão. Ficam confusos e sente-se sós pois não sabem como vão se defender, tem medo de falar com os adultos uns alegam que não são levados a sério. Retomei a conversa ressaltando que é importante os jovens buscar alguém de confiança para expor a situação, e os canais de denúncia na escola as autoridades da escola, em casa pai e mãe, ou seja, os responsáveis, Sempre evitando a violência. Que o melhor caminho seja sempre o diálogo, os alunos relatam que nem sempre há possibilidade de conversar com quem agride. O encerramento foi com a dinâmica do auto estima, pois quando questionamos quais os talentos de cada um, qualidades ficam tentado descobrir, mas aos poucos vão descobrindo e verbalizando. Os alunos gostaram da oficina pois relatam que é um momento que podem falar sobre suas dificuldades de entender-se e entender os outros.




O Lar Esperança de Porto Alegre, atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social de 0 a 18 anos. Por meio do convênio com MDS/SNC 861471/2017, apresentamos a entidade AVESOL, o CRDH e o objetivo das oficinas. Os adolescentes foram se apresentando uns estão abrigados no Lar e outros são do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV). A sensibilização ficou por conta das músicas que cantamos para descontrair. Logo em seguida retomamos a fala sobre a vida de cada um, o respeito que devemos ter para com o outro, e o que é a Intimidação Sistemática Lei 13.185/2015 (Bullying), como ela acontece nos espaços, suas consequências e como lidamos como isto? O tema parece ser novo, mas é muito comum e velado, não é dado a devida importância. No início os adolescentes estavam muito tímidos, mas depois foram se familiarizando com o assunto e trazendo fatos de suas vidas que ilustravam situações de Bullying. O objetivo do debate foi de provocar estes relatos para definir qual melhor atitude nestes casos? Violência? Revide? A lei é uma garantia de proteção que não deveria ser violada, pois está ligada diretamente aos Direitos Humanos. Ser aceito, ser respeitado, quando somos ultrajados somos violentados o que fazer onde buscar ajuda e identificar quais os canais de denúncia. Finalizamos com a dinâmica de promover e ressaltar a auto estima através dos talentos e a teia dos elogios onde utilizamos um novelo de lá, o adolescente joga a lã para outro adolescente e diz uma qualidade criando um laço maior de pertencimento e amizade no grupo.



No dia 06 de setembro de 2018 deu-se início ao Projeto Rede Digital com o tema: Educação, Autonomia e Emancipação. O objetivo do projeto é proporcionar assessoria e formação à distância para os grupos de Economia Solidária assessorados pela AVESOL através do Programa Comunidade Produtiva, tendo como orientação uma metodologia popular e participativa. O programa de conteúdos e temas está subdividido em 10 módulos, tendo cada um desses a duração de 1 mês. Através de plataformas gratuitas oferecidas pela Google, como o Google Sala de Aula e o Hangouts, os integrantes terão acesso aos materiais de apoio (vídeos, textos e tarefas) para fomentar o debate nos encontros semanais de 1 hora através de vídeo conferência ou chat.
O nosso grande intuito, enquanto AVESOL, através do Projeto Rede Digital é tornar o processo de assessoria e formação mais dinâmico e integral, não se limitando a presença in loco, que é dificultada pela distância geográfica, uma vez que a AVESOL acompanha grupos em todo o Estado do Rio Grande do Sul. Esperamos que possamos não só assessorar e capacitar os empreendimentos ligados a Rede Ideia, mas aprender e junto com eles construir processos e metodologias socialmente comprometidas.




No dia   28 de agosto de 2018 estivemos reunidos com 31 jovens voluntários do Colégio Marista São Francisco em Rio Grande. Realizamos a formação de voluntários para o Projeto Seja:Digital juntamente com a Avesol.
O encontro aconteceu na Escola Marista São Francisco e participaram o coordenador dos voluntários da escola o Sr. Leonardo, o mobilizador da Seja Digital Sr. Alex e a supervisora da Seja Digital Sra. Arlete Costa. Foi apresentado o projeto  da Seja:Digital, destacando a importância do mesmo  para a população mais vulnerável bem com a contribuição dos voluntários na divulgação e execução nas cidades de Rio Grande e São José do Norte
Os jovens participaram atentamente e propuseram organizar um cronograma de ações com seus assistidos e a Seja:Digital. Ao final da formação os jovens receberam uma camiseta, caneta e sacolinha de brinde.






YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Categories

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores