18 de agosto de 2017

No dia 10 de agosto de 2017, o Centro de Referência em Direitos Humanos - CRDH realizou oficina para cerca de 25 Coordenadores de Instituições de Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para Crianças e Adolescentes.
A oficina teve como foco a disseminação dos direitos e garantias previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente.
Os participantes receberam uma série de artigos do ECA que versavam sobre direitos do adolescente trabalhador, ato infracional, “lei da palmada”, educação, direitos fundamentais, direito à convivência familiar e medidas de proteção, entre outros. Os artigos se relacionavam diretamente com os problemas e questões que estes profissionais enfrentam no cotidiano de suas Instituições, em especial sobre o dever de relatar casos de abuso e violência aos órgãos competentes, estando o professor/diretor/educador da Instituição sujeito a penas criminais e administrativas em casos de omissão ou de conduta que cause vexame a alguma criança e adolescente.
Em grupos, os participantes debateram os artigos e após com o restante da turma. Com isso, surgiu um animado e caloroso debate sobre a efetividade da Lei, que muitas vezes não é cumprida, bem como sobre as formas de se melhorar o Serviço Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

Ainda, muitos dos presentes não conheciam, em detalhes, alguns aspectos da legislação sobre a criança e o adolescente. A oficina reafirmou a importância de se ter mais momentos formativos como esse para os dirigentes e colaboradores de entidades. Ao final, distribuiu-se exemplares do ECA para que os profissionais do SCFV possam aprofundar os conhecimentos adquiridos e disseminá-los em suas entidades.


10 de agosto de 2017

“Como é bom te ter aqui” é a frase que descreve o sentimento do Colégio Marista Graças em receber os alunos na volta às aulas. E como é bom estar aqui é o sentimento dos feirantes participantes da Feira da Cidadania que está ocorrendo de 09,10 e 11 de agosto na área de lazer do Colégio, ao lado da Cantina.
A Feira da Cidadania faz parte do Programa Comunidade Produtiva que tem como objetivo promover a economia solidária, criando redes de consumo consciente e solidário. Ocorre no colégio Marista Graças uma vez por ano desde 2014. A acolhida da comunidade escolar é sempre muito boa e os feirantes traduzem na sua fala esse sentimento de pertencimento.
Boa acolhida e boas conversas, trocas tão importantes e melhor ainda é de Graça.
Estamos lá com diversos produtos de artesanato, vestuário e alimentação.
E mais uma vez Rede Ideia presente!


Feiras da Cidadania Presente, Consciente e Solidária. 




9 de agosto de 2017

A luta dos catadores de materiais recicláveis tem ganhado força frente ao cenário nacional. Uma luta justa e necessária, em defesa da vida e do planeta. O Plano Nacional de Resíduos Sólidos, cria dispositivos legais que possibilita a inclusão do catador no processo de gerenciamento de resíduos sólidos urbanos, transformando o resíduo solido reciclável em um bem social capaz de promover a inclusão social e o desenvolvimento econômico. As catadoras e catadores de Porto Alegre tem lutado cotidianamente para garantir seu direito ao trabalho, além da árdua rotina enfrentada diariamente pela categoria, seja dentro de uma unidade de triagem ou na rua para prover o sustento digno de suas famílias. Enfrentam a lógica de criminalização do trabalho, uma visão sustentada pela Lei nº 10.531, de 2008 estabelece o prazo de setembro de 2016 para proibição total da circulação de veículos de tração animal e humana.
Após aprovação da ampliação do prazo para permanência dos carrinhos e carroças (Projeto de lei do Vereador Marcelo Sgarbossa) o prefeito vetou a decisão da Câmara Municipal. O que levou centenas de catadoras e catadores, o Movimento Nacional dos Catadores de Resíduos Sólidos, Entidades de Apoio e Fomento a Economia Solidária, se mobilizarem para derrubar o veto e seguir garantindo o direito do trabalho a categoria.
O dia 07 de agosto foi de vitória para categoria, demonstrou sua força e capacidade de resistir. Uma vitória construída por muitos.

Nossa luta seguirá em defesa do pagamento por serviços prestados para os catadores, essa luta é nossa!

Trabalhar é um direito!

Foto: Guilherme Santos/Sul21



No dia 07 de agosto de 2017, a AVESOL e o Núcleo de Voluntariado AVESOL/PUCRS, visitaram a Instituição Aldeia da Fraternidade, para mais uma parceria junto ao Programa de Voluntariado da AVESOL.
A Aldeia da Fraternidade é uma Instituição que está localizada no Bairro Tristeza em Porto Alegre e está transformando a realidade dos jovens. Ela oferece aos seus atendidos, criança e jovens de 0 a 18 anos, educação criativa e assistência social com espaços lúdicos, criativos e culturais, para construir um futuro repleto de perspectivas.

Parabéns a equipe multidisciplinar que com muito carinho, empenho e dedicação atende as crianças e jovens transformando sua realidade.


YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores