17 de junho de 2019


Na noite de 11 de junho de 2019, a ONG Doutorzinhos, parceira do Programa de Voluntariado da AVESOL, que atua em 09 hospitais e 01 Entidade Social, realizou a formatura dos Nov@s Doutorzinh@s, que foram selecionados em abril de 2019. Após um mês de treinamento intenso estão aptos a voluntariar nos hospitais parceiros. 
Após uma apresentação de esquetes dos 16 nov@s voluntári@s de um forma mágica e emocionante, os mesmos receberam seu jaleco e estão aptos a essa nova caminhada, levando aos pacientes, familiares e equipe de trabalho doses de amor, trocas e risadas.
Parabéns a tod@s nessa caminhada de dedicação e treinamento para levar alegria e amor a quem precisa!








Nos dias 11 a 13 de junho de 2019 ocorreu no Colégio Marista São Pedro em Porto Alegre mais uma edição da Feira da Cidadania. Os 12 grupos econômicos solidários da Rede Ideia presentes, nos segmentos alimentação e artesanato, expuseram seus trabalhos num viés de trocas e de comercialização solidária com a comunidade escolar. Também nesses três dias, concomitante a Feira da Cidadania, ocorreram reuniões de pais, o que possibilitou com que os grupos solidários tivessem uma maior interação com a comunidade escolar no seu todo. Foi uma oportunidade de trazer para dentro da escola práticas de um outro mundo possível, com um comprometimento sustentável, de valorização do trabalho humano e de uma alternativa econômica que visa a diminuição das desigualdades sociais. Também ocorreram oficinas gratuitas de artesanato com materiais recicláveis para demostrar o processo de produção do artesanato comercializado.





13 de junho de 2019


No dia 10 de junho de 2019 cinquenta e três integrantes de diferentes Grupos de Economia Solidária se fizeram presentes na reunião de junho da Rede Ideia. A temática do encontro foi o Dia de Champagnat, uma vez que ele foi um homem além do seu tempo que soube encarrar a realidade e superar desafios a partir do sonho de criar uma Congregação Religiosa de Educadores.  Os participantes foram acolhidos com um vídeo sobre a história de Champagnat e convidados a pensarem exemplos práticos das 12 virtudes Maristas, que foram apresentadas ao coletivo. O momento inicial foi culminado com a música: uma lágrima.
Nessa tarde os integrantes também foram desafiados a criarem situações problemas vivenciadas no cotidiano dos Grupos Solidários. Após, essas situações foram trocadas entre eles para que suas soluções fossem encontradas no coletivo. As soluções foram apresentadas e debatidas no final por meio de uma apresentação teatral ou de narrativa.
No momento final da tarde também ocorreu o sorteio de alguns itens que estavam na Avesol para serem destinados aos grupos da Rede Ideia, e reforçado o convite à Feira Internacional do Cooperativismo 2019 de Santa Maria. Após alguns informes gerais, se finalizou a tarde com um café e um momento de convivência dos integrantes.
 






No dia 10 de junho de 2019, o Programa de Voluntariado da AVESOL realizou uma visita a Instituição de Educação Infantil Madre Teresa – Sociedade Literária e Caritativa Santo Agostinho, que atua com educação popular e atende crianças e portadores de necessidades especiais no Bairro Rubem Berta em Porto Alegre. O objetivo foi reafirmar a parceria junto ao Programa e alinhar a gestão de Voluntariado e sua importância para formação de pessoas comprometidas com a transformação social.
Agradecemos a Irmã Adely e a Maria Elisabeth Franco Coordenadora, pelo acolhimento e a troca de experiências.



7 de junho de 2019


No dia 05 de junho de 2019, o Programa de Voluntariado da AVESOL e a Central de Voluntariado do Hospital São Lucas da PUC RS (HSL) parceiros no Programa, realizaram uma reunião para o alinhamento do processo de Voluntariado.
O intuito foi de qualificar o acolhimento e acompanhamento dos Voluntári@s do HSL, a partir da chegada destes e a escolha do Projeto pelo qual tenham interesse, assim como a documentação necessária para a gestão.
Agradecemos a acolhida pelos colaboradores da Central do Voluntariado do HSL, Valmir e Nicoly, tendo a certeza que o processo estará mais qualificado. 



3 de junho de 2019


No dia 20/05/19 o CRDH – AVESOL realizou duas oficinas no Centro Social Pe. Irineu Brand para 28 crianças e adolescentes com o tema do “Bullying e Cultura da Paz”. Iniciamos a oficina nos apresentando e cantamos uma música para integração. Perguntados se o bullying existia em suas escolas, crianças e adolescentes disseram que sim e muito! Fizemos uma leitura coletiva do que significa bullying na lei brasileira e municipal, suas classificações e refletimos sobre as consequências na vida deles. Ressaltamos que era preciso que eles conhecessem o conceito para lidarem da melhor forma com esse fenômeno e ajudassem seus familiares ou amigos que estivesses sofrendo. Explicamos como devemos proceder, através de uma cultura de paz, para a solução desses problemas e eles gostaram de saber que a escola é responsável por fazer atas com as reclamações e denúncias das intimidações causadas. Concluímos a oficina assumindo o compromisso de ficarmos atentos aos sinais de ocorrência de bullying e nos colocar à disposição para ajudar todas crianças e adolescentes nessa situação.  





No intuito de estreitar as relações, o Programa de Voluntariado da AVESOL realizou uma visita em 31 de maio de 2019 ao Abrigo João Paulo II- Instituto Pobres Servos da Divina Providência, para alinhar sobre o Voluntariado junto à Instituição.
O momento foi de conversa, trocas de experiências sobre o Voluntariado, o perfil desejado pela Instituição e suas demandas, assim como uma explanação do crescimento do Abrigo e de seus atendidos e de constituição de uma Rede de Solidariedade.
Agradecemos a acolhida pela Lécimary Moreno, do Desenvolvimento Institucional, e tendo a certeza   que a parceria se consolidou e os laços se unem para uma transformação social mais justa para todos.




Realizamos, no dia 28/05, uma oficina no Colégio Marista São Pedro sobre o tema “Bullying e Cultura da Paz” para 37 adolescentes. Perguntamos se o bullying existia e disseram que era muito comum. Ressaltamos a diferença entre a cultura de violência, que é antiga em nossa sociedade, e o fenômeno contemporâneo conceituado como “bullying” devido a aproximação que existe entre as violências e a necessidade de compreendermos especificamente o bullying como intimidação sistemática. Para isso, perguntamos para todos/as o que era bullying – e reforçamos que todas afirmações estavam corretas – e pedimos que lessem a perspectiva de uma orientadora educacional da Rede Marista publicada na revista “Em Família” que tem como matéria de capa esse assunto. Comentamos que podemos ter diversas perspectivas sobre bullying, mas que encontrávamos uma definição comum em leis federais e municipais que tratavam da implementação de um programa anti-bullying nas escolas. Concluímos a oficina com a dinâmica onde emitíamos pensamentos negativos e positivos para cada maça, que representavam pessoas, e depois percebíamos quais os efeitos e consequências derivavam desses dois tipos de tratamentos para o emocional de quem os recebe. 





Ministramos duas oficinas no Centro Social Marista Santa Isabel – CEMASI no dia 27/05/19 com a participação de 29 adolescentes. O tema Cidadania e Políticas Públicas já era trabalhado através da produção de “mapas colaborativos”. Inicialmente pedimos que eles/as nos explicassem os mapas que fizeram. Dissemos que os mapas revelavam a cidadania local. Em seguida perguntamos a eles/as: o que era cidadania e onde podemos encontrar uma definição? Responderam que acharíamos no google e no dicionário. Assim, pesquisamos nas duas fontes o conceito de cidadania. Encontramos uma ligação direta da cidadania com os direitos civis e questionamo-los sobre onde podemos saber quais são os direitos civis de cada cidadão. Logo, alguns murmuraram “constituição” e confirmamos que era nesse documento que acharíamos todos direitos e deveres dos cidadãos brasileiros. Também comentamos que nas leis correlatas como o ECA e o Estatuto da Juventude encontrariam especificidades na atenção a eles/as. Para concluir relacionamos a cidadania e políticas públicas como programas de Estado que buscam a efetivação dos direitos constitucionais.    





31 de maio de 2019



No dia 11/05/2019, a AVESOL participou do “Dia C – Dia da Comunidade no Centro Social Marista de Porto Alegre/RS”. O “Dia C” foi um evento gratuito que o Cesmar preparou para a comunidade do Bairro Mario Quintana em Porto Alegre/RS, onde a instituição desenvolve uma atuação social há mais de 20 anos, promovendo a inclusão por meio do resgate da cidadania, da autoestima, da dignidade e da justiça.
Houve diversas atividades voltadas para a comunidade, como confecção transferência, confecção e cadastro biométrico do Título Eleitoral, confecção de Identidade Cartório Móvel confeccionando certidão de nascimento, regularização de união estável e outros serviços, entre outras. Os voluntários e a equipe do CRDH/AVESOL auxiliaram no evento com orientações jurídicas, e a cooperativa Mãos Amigas, integrante da Rede Ideia realizou pequenos reparos em roupas.
O evento mobilizou grande quantidade de pessoas, que puderam ter acesso a informações sobre direitos e realizar diversas ações para a promoção da cidadania.




28 de maio de 2019


No dia 24 de maio de 2019 , em uma tarde de chuva e de encontros, estivemos na sede da Cooperativa de Costura Criativa COPEARTE, localizada no bairro Bom Jesus de Porto Alegre, para conversar sobre parcerias, sonhos e perspectivas futuras.
De conversas animadas, sorrisos e trocas, trago a frase do Raul Seixas “um sonho que se sonha só é um sonho, mas um sonho que sonha junto é realidade”. Estiveram presentes, além das componentes da Copearte, Etiane da empresa Revoada, Amanda Ely do Instituto Lojas Renner e a AVESOL na ideia de que a união faz a força necessária para voar sonhos mais altos.
A COPEARTE, empreendimento econômico solidário formado por mulheres, junta-se à Revoada para costurar novos rumos. Mas que rumos serão esses? Quem é a Revoada? Se você não conhece esse coletivo, deixamos que elas mesmas se apresentem: https://www.facebook.com/vuelistas/
 Segunda a página do coletivo no Facebook: A Revoada usa o poder do design para dar ao resíduo sólido (lixo) um novo sopro de vida. Elas criam produtos de moda como bolsas, mochilas e carteiras a partir de materiais reutilizáveis, especialmente câmaras de pneus inutilizadas e náilons de guarda-chuvas quebrados.
Desta forma o que era descartado por nós, sociedade, e que chamamos de Lixo e duraria anos em aterros, lixões e no meio ambiente, ganha um novo ciclo de vida e agrega renda para catadores e catadoras de materiais recicláveis. Ainda segundo a Revoada: Reinventando o “lixo”, também trazemos benefícios para os catadores de materiais recicláveis, comprando as capas de guarda chuvas (lixo) e as usando-as para criar novos produtos.  
Gostaria de lançar aqui uma provocação: você já parou para pensar no ciclo de vida dos produtos que consome e no tempo que eles ficarão no meio ambiente?
Os produtos nascem de ideias, são fabricados, nós os compramos e os utilizamos. Sua morte, dá-se no momento em os descartamos.  Esse é um pensamento linear que precisamos quebrar, pois chegará o dia em que não teremos mais como enterrar os resíduos sólidos. Nessa hora os governantes acharão uma boa ideia incinerar o “lixo” com a desculpa que isso gerará energia, porém, advirto que a fumaça gerada pela atividade de incineração causa Câncer e não existe tecnologia que possa inibir tal consequência. Além disso, a incineração produz subprodutos tóxicos, como os que vazaram em Mariana e Brumadinho.
Na contracorrente dessa lógica existem pessoas que querem quebrar a ideia de ciclo de vida linear dos produtos que só geram o descarte incorreto de resíduos sólidos. Pensar produtos circulares, é pensar na sustentabilidade da vida na terra e permitir que esses resíduos, que antes eram abandonados nas ruas, passem a gerar trabalho e renda para catadoras e costureiras.





No dia 24 de maio de 2019 o Programa de Voluntariado da AVESOL, a convite da Coordenação de Pastoral do Colégio Marista Conceição de Passo Fundo, realizou uma Formação com o grupo de alunos Voluntári@s. O momento foi de  apresentação da AVESOL,   a importância da documentação do Voluntariado  assim como vivências e experiências de cada um. Os jovens voluntári@s compartilharam seus sentimentos em relação ao Voluntariado, o aprendizado em vivenciar outra realidade, e da solidariedade que transforma.
Agradecemos ao Leonardo,  Coordenação de Pastoral, a Prof. Kátia e aos alunos pela  acolhida e a certeza que o Voluntariado transforma vidas e proporciona  uma justiça mais humana e social.    



27 de maio de 2019


Nos dias 21 e 22 de maio de 2019, 68 catadores de diferentes cooperativas e associações de reciclagem do Rio Grande do Sul, fizeram-se presentes no Encontro Digital da Rede Ideia Rede de Catadores. O encontro marcou-se principalmente pela proposta de trazer à realidade do catador à tecnologia enquanto possibilidade de aperfeiçoamento e fonte de informação e formação através do uso e domínio de tabletes. Além de atividades de integração e convivência, ocorreram momentos de reflexão sobre os direitos e as lutas dos catadores, aprendizado do manuseio do tablete e da internet, formação e diálogo sobre as reais intenções e impactos da Reforma da Previdência e a importância de se conquistar uma Previdência Especial para Catadores de materiais recicláveis sob a mediação do Advogado Rafael Madeira. O encontro culminou-se na ótica de manter uma relação de assessoria e formação mais próxima com os diferentes galpões através de uma metodologia EAD, possibilitado pela doação de mais de 20 tabletes da AVESOL aos catadores. Para além das questões administrativas fomentadas pela AVESOL e do aprendizado de gestão, esperamos que estes tabletes possam ajudar os catadores e seus familiares a terem acesso a novas possibilidades. De modo que, esses equipamentos se tornem janelas para um novo mundo e possam ampliar horizontes.





17 de maio de 2019

No último dia 16 de maio de 2019, aconteceu a entrega dos bens do projeto “Voluntariado em Ação”, uma parceria entre o Ministério Público do Trabalho – Procuradoria da 4ª Região e a AVESOL, que tem por objetivo qualificar o atendimento oferecido pelas organizações sociais parceiras do Programa de Voluntariado da AVESOL, fortalecendo a Rede de Solidariedade, beneficiando diretamente 497 pessoas de baixa renda, entre crianças, adolescentes, jovens, pessoas com deficiência e voluntários que integram essas entidades.
Este projeto contemplou 4 entidades conveniadas ao Programa de Voluntariado da AVESOL com materiais esportivos para prática de futsal, vôlei, basquete, taekwondo, materiais de cozinha e bicicletas adaptadas para passeios com pessoas com deficiência ou dificuldades de mobilidade.
As entidades beneficiadas foram a Associação Famílias em Solidariedade – AFASO, Pedal da Inclusão, Instituto de Assistência e Proteção à Infância – IAPI e o Educandário São João Batista. Ainda, o Programa de Voluntariado da AVESOL recebeu coletes de identificação dos voluntários que atuam nas entidades conveniadas.
O evento foi realizado na sede da AVESOL e contou com a presença da Exma. Procuradora do Trabalho Dra. Marlise Souza Fontoura, o presidente da AVESOL Sr. Andre Luis Dall Agnol, o Sr. Rodrigo Silva Lima representando o Consórcio TRATENGE-ENGEFORM, além de representantes e atendidos de todas as entidades beneficiadas pelo projeto.
A abertura ficou por conta dos jovens da AFASO, que realizaram uma apresentação de técnicas do taekwondo e também um improviso de rimas. Durante a cerimônia foram assinados o Termo de Compromisso entre AVESOL e o Ministério Público do Trabalho e os Termos de Comodato dos bens cedidos às entidades beneficiadas.
Projetos como este são prova de que é possível e necessário realizar ações de voluntariado em prol do fortalecimento da Cultura de Paz e de Solidariedade.

Participantes da cerimônia
Jovens da AFASO realizam apresentação de Taekwondo durante abertura
Projeto Pedal da Inclusão recebe bikes adaptadas


Confira todas as fotos do evento aqui.

14 de maio de 2019


O Segundo Encontro Regional de Economia Solidária entre Brasil e Argentina aconteceu em Rosário-Santa Fé – Argentina, nos dias 03, 04 e 05 de maio de 2019, tendo como tema: “Dela Resistencia a la emancipación por un mundo sin capitalismo”.
A proposta de debate foi “Realismo capitalista”, termo criado por Marc Fischer que diz que não há alternativa ao modo de produção capitalista.
Como disse uma vez Frederic Jameson, “É mais fácil pensar o fim da humanidade, do que o fim do capitalismo.” Todavia, para nós há sim alternativas, de modo que afirmamos que estamos construindo essas alternativas nos nossos territórios todos os dias através das nossas práticas.
Esse encontro foi regado de partilha de saberes dentro do tema, de contato com territórios de resistência que plantam, produzem e se relacionam com respeito com a natureza e com o ser humano. Durante o mesmo, tivemos a oportunidade de visitar o Kilombo 27, espaço autogestionado por um grupo de capoeira e por empreendedoras e empreendedores sociais, que juntos se desafiam no dia a dia a manter viva a cultura da capoeira de angola. Fomos ao Mercado Solidário, espaço de comercialização coletiva e de exposição de artes, visitamos a Granja La Carolina, onde vivenciamos a colheita de zapalas (abobóras), a moagem de trigo orgânico, a retirada de favo de mel, a produção de chapati, pão feito com farinha, água, sal e fermento massa madre (fermento orgânico). Fomos passando de família em família no objetivo de nunca parar de partilhar. Ao final, plantamos OMBU, árvore nativa que simbolizou a nossa amizade.
Durante o encontro foram promovidas várias oficinas, desde teóricas até práticas, onde o Empreendimento de Economia Solidária Misturando Arte contribuiu com a oficina de Niqueleiras com ecofio e pet e Bonecas Abayomi, resgatando a cultura afro. Também participamos da mesa sobre Movimentos sociais e territórios resistentes, onde se trouxe relatos de práticas coletivas da Rede Ideia como forma de resistencia ao capitalismo.
O Encontro foi embalado por várias atividades culturais como: tango, chacareira (dança tradicional na Argentina) e as Murgas (espécie de carnaval em forma de teatro, mas com contexto social crítico). A Caravana do Brasil levou “Os Quixotescos”, que apresentaram “A Ilha Desconhecida”, inspirado no conto de José Saramago.
O momento foi único e de experiências inesquecíveis, pois saímos recarregadas e cheias de ideias paras nossas práticas coletivas e individuais. Por fim, agradecemos especialmente a Avesol, que acredita na autogestão e fortalece os empreendimentos através das suas práticas que promovem a emancipação.

Misturando Arte






No dia 14 de maio de 2019 sessenta e nove integrantes de diferentes Grupos de Economia Solidária se fizeram presentes na reunião de maio da Rede Ideia. A temática do encontro foi “Maria, o mês da mãe de Jesus”, visando comemorar o mês das mães. Mãe, não enquanto figura feminina, mas modelo daquela ou daquele que se coloca a serviço do outro, indiferente do gênero ou do laço sanguíneo, como a exemplo de Maria. O encontro iniciou com uma acolhida, em especial aos grupos que vieram pela primeira vez, incluído 4 venezuelanos que estão buscando saber mais sobre a proposta da Economia Solidária, e com a leitura da pauta e suas devidas alterações.  Também se fez uma reflexão sobre a figura de Maria e das muitas Marias que passam por nossas vidas.
Em um segundo momento, o Grupo Econômico Solidário Misturando Arte fez uma fala e apresentou relato da 7ª Feira Nacional da Argentina da Rede de Comércio Justo do Litoral, que participaram no começo de maio como representantes da Rede Ideia. Esse momento foi importante, pois marcou a formação de novas parcerias da Rede Ideia a nível latino-americano.
Com o encerramento da fala das integrantes do Misturando Arte, foi feito uma nova explicação sobre o que é o Fundo Rotativo Solidário da Rede Ideia, como os Grupos da Rede podem acessá-lo e, como deve ser o projeto para a sua solicitação. Nesse momento, também ocorreu uma mobilização para a Feicoop Santa Maria 2019, uma vez que ainda temos vagas para os grupos interessados da Rede Ideia.
Após um momento de informes, de entrega de algumas doações destinadas aos Grupos da Rede Ideia e do café, ocorreu um pequeno bazar com itens diversos, visando reverter o valor arrecado em projetos para os próprios Grupos Solidários. Dessa forma, se encerrou o encontro com uma breve reunião de esclarecimento do que é a Rede Ideia e a Economia Solidária com os grupos que vieram pela primeira vez.   





13 de maio de 2019

Nos dias 08 a 10 de maio de 2019 ocorreu no Colégio Marista Rosário, em Porto Alegre, mais uma edição da Feira da Cidadania. Com apoio da Comunidade Escolar do Marista Rosário, doze Grupos Econômicos Solidários da Rede Ideia - AVESOL fizeram-se presentes nos três dias de feira. A Feira da Cidadania tem por intuito a educação e transformação social através do consumo consciente e solidário, onde muitos dos produtos são confeccionados na ótica da sustentabilidade, aumentando a vida útil dos materiais e cuidando do planeta. Além das vendas e trocas solidárias, ocorreu uma pequena homenagem às mães feirantes pelo Dia da Mães no momento final de avaliação da Feira.


9 de maio de 2019


No dia 08 de maio de 2019, o Programa de Voluntariado da AVESOL e o Núcleo AVESOL/PUCRS realizaram uma visita ao Centro Infanto Juvenil Monteiro Lobato (CIJ), localizado na Rua Dr Carlos Niederauer 962 Bairro Restinga Nova, para firmar uma parceria junto ao Programa de Voluntariado da AVESOL.
O mesmo desenvolve o Serviço de Convivência e fortalecimento de vínculos, prioritariamente com crianças e adolescentes, acolhendo e promovendo a vida através de um estilo educativo alicerçado na Pedagogia do amor e educação do coração, visando uma construção de uma sociedade humana e fraterna.
Agradecemos a acolhida pela Direção da Instituição, acreditando sempre que somente uma rede de solidariedade poderá fomentar a transformação social.  



7 de maio de 2019


No dia 06 de Maio de 2019, a AVESOL  participou da comemoração de dez anos da Escola de Educação Infantil  São Guilherme, parceira do Programa  de Voluntariado da AVESOL.
A Escola foi fundada em 2009 e sua missão é educar para o amanhã, beneficiando cerca de 120 crianças, onde os atendidos tem toda a atenção e carinho necessários para seu crescimento e formação.
Agradecemos o acolhimento feito pela Presidente Jussara e pela Coordenadora Pedagógica Liane, nos momentos de descontração e alegria.
Parabéns a escola, a seus colaboradores e sua direção pelo excelente trabalho realizado.



No dia 29 de abril de 2019, o Programa de Voluntariado da AVESOL realizou uma visita a AAPECAN (Associação de Apoio a Pessoas com Câncer) para firmar a parceria junto ao Voluntariado da AVESOL.
A AAPECAN localiza-se na Av. Ceará 1260, no bairro São João em Porto Alegre  e tem a missão de atender, orientar, integrar e fornecer assistência  humano-emocional como financeiro-material a pessoas com câncer que encontram-se em situação de vulnerabilidade, proporcionando uma melhor qualidade de vida ao portador da doença e seus familiares.
Agradecemos a acolhida pela Assistente Social Lauriana, e acreditando formando redes de solidariedade o mundo fica mais justo.


6 de maio de 2019

No dia 24/04/2019, o Centro de Referência em Direitos Humanos – AVESOL, ministrou oficina sobre Gênero e Sexualidade para 29 jovens atendidos pelo Centro de Promoção da Infância e Juventude – Calábria, Rua Mississipi, 130, Restinga, Porto Alegre/RS.
A oficina tratou sobre sexualidade e questões de gênero, incentivando o debate sobre o assunto que causa muitas dúvidas nos jovens. Neste sentido, foram passadas noções básicas sobre prevenção a gravidez indesejada e DST’s, bem como sobre orientação sexual. Foram passadas noções sobre o uso da camisinha e a eficácia do D.I.U.
Realizou-se dinâmica sobre a transmissão de DST’s, em especial o vírus HIV, para que os jovens pudessem se movimentar e aprender de forma lúdica como se prevenir nas relações sexuais.
A conversa com os jovens também abordou o tema do consentimento, uma vez que quando não há consentimento em uma relação afetiva/sexual estará havendo uma violência e, muitas vezes, um estupro.
Ao depois, abordou-se o tema do gênero e da transexualidade, conscientizando-se os jovens sobre a importância do respeito à diversidade.

Ainda, houve uma sensibilização sobre os papéis que são impostos a cada gênero em nossa sociedade, bem como sobre as violências que ocorrem quando toma-se tais papeis como algo imutável e certo. Houve intensa participação dos jovens, os quais puderam expressar suas angústias e dúvidas sobre os temas tratados. Ao final, todos disseram ter aproveitado muito a oficina, sendo o tema presente e atual em suas vidas.


2 de maio de 2019


Aconteceu nos dias 25 e 30 de abril de 2019 o processo de seleção para novos Doutorzinhos. Foram 550 inscritos, sendo 145 interessados em fazer parte de um projeto de doação e muita solidariedade.
A ONG Doutorzinhos atua em nove (9) hospitais e uma (1) entidade social, sempre levando aos pacientes, acompanhantes e equipe de profissionais, grandes doses de amor, de carinho e de muitas risadas. Os Doutorzinhos são voluntári@s, dedicando parte de sua vida no treinamento em “ser palhaço”, com comprometimento, dedicação e levando amor a quem precisa.
A AVESOL além de participar do processo de seleção, também efetiva o Voluntariado por meio de documentação legal, formação e organização social comunitária.
Todos os interessados também podem ser voluntári@s em outras Organizações Sociais parceiras da AVESOL.
Parabenizamos a todos e todas que participaram desse processo conosco!
Voluntariado, adote essa ideia!


SELECIONADOS para o treinamento e formação dos Doutorzinhos (em ordem alfabética):
Dardãnia Curtinaz (confirmada pelo e-mail)
Evelin Silva dos Santos (confirmada pelo e-mail)
Flávio Luis dos Santos Lopes Junior (confirmado pelo e-mail)
Gabrielle Viehbeck Martini (confirmada pelo e-mail)
Julia Costa Salles (confirmada pelo e-mail)
Leonardo Englert Nunes (confirmado pelo e-mail)
Leonardo Leles (confirmado pelo e-mail)
Lucas Concato (confirmado pelo e-mail)
Lucas Machado Guimarães (confirmado pelo e-mail)
Luciana Silva Fontana (confirmada pelo e-mail)
Marta de Sampaio Grahl (confirmada pelo e-mail)
Mauricio Machado Perroni (confirmado pelo e-mail)
Natalia Ourique Deuner (confirmada pelo e-mail)
Paula de Araujo Alves (confirmada pelo e-mail)
Renata Corrêa da Silva (confirmada pelo e-mail)
Vanessa Lopes de Araujo (confirmada pelo e-mail)

SUPLENTES para o treinamento e formação dos Doutorzinhos (na ordem que serão chamados, caso haja alguma desistência até o início do treinamento ou falta de retorno do e-mail até o prazo mencionado):
1 - Tanize Viviane Gonçalves Girard
2 - Carolina Vasconcellos Mascia Volkmann
3 - Thaís dos Santos Abreu
4 - Fernanda Rubin da Rocha Wallauer



26 de abril de 2019


No dia 25 de abril de 2019, o Centro de Referência em Direitos Humanos - CRDH realizou o evento Café com Direitos “Terra, Cultura e Resistencia: Povos Indígenas e Quilombolas”, tendo como convidados Dr. Silvio Jardim, representante governamental do Conselho Estadual dos Povos Indígenas/RS, Vereadora em Porto Alegre/RS, Karen Santos, representando a Frente Quilombola/RS e André Benites, cacique Mbya-Guarani em Maquiné/RS.
Iniciando a tarde, o Dr. Silvio abordou as lutas dos movimentos sociais por igualde de direitos, denunciando o mito da igualdade racial no Brasil, que impede avanços no tema. Lembrou do genocídio dos povos indígenas que foram reduzidos a menos de 3% de sua população originária. Citou que, mesmo assim, ainda há grande diversidade de culturas indígenas no país, existindo cerca de 274 idiomas diferentes.
André, Cacique Mbya-Guarani, referiu que não houve “descobrimento” do Brasil, mas sim invasão e genocídio. Disse que a luta pela cultura e a vida dos indígenas é uma luta universal, pela preservação da natureza e da terra. Apontou as constantes violações de direitos sofridas pelos povos indígenas, citando uma comunidade que habita há 40 anos a margem de uma rodovia em Capivari do Sul/RS, sem ter seu direito a terra reconhecido até hoje. Aduziu a importância de que os costumes indígenas sejam respeitados e preservados. Assim, disse que sua comunidade fundou uma escola autônoma para educar suas crianças e jovens conforme a cultura guarani, o que não é bem compreendido pelos órgãos estatais.
Karen Santos lembrou da formação da Frente Quilombola/RS e a luta pelas ações afirmativas nas Universidades. Apontou a importância dos quilombos urbanos em Porto Alegre como pontos de cultura negra e resistência na cidade. Aduziu as diversas dificuldades enfrentadas pelos quilombos, desde a preservação de suas terras frente a especulação imobiliária, ações de reintegração de posse, até problemas mais básicos de manutenção dos espaços.  
As falas demonstraram que, no Brasil, a luta dos povos indígenas e quilombolas pela afirmação de sua cultura e pela posse de suas terras, após séculos de genocídio, é permanente. A tarde foi extremamente proveitosa para se pensar sobre estratégias de luta e resistência para a garantia dos direitos destas populações, sempre partindo da escuta dos principais envolvidos para que ações possam ser feitas. Nada sobre nós, sem nós!





No dia 22 de abril de 2019 os educadores Daniel e Lucelvis se reuniram com o grupo de economia solidária Misturando Arte. O momento teve como objetivo conhecer a realidade em que o empreendimento está inserido, o trabalho que desenvolvem em prol da comunidade local e fortalecer vínculos entre o empreendimento e a AVESOL. No decorrer do encontro, desde a acolhida até a apresentação do material que é confeccionado pelo grupo (culminância), se realizou algumas atividades de reflexões com o auxílio de texto, vídeo, dinâmica, na ótica de possibilitar a construção coletiva da importância e da necessidade de um desenvolvimento que seja local e sustentável. Durante o encontro construiu-se o  quadro abaixo, apontando os diferentes impactos que cada conceito de desenvolvimento gera.











O Programa de Voluntariado da AVESOL realizou no dia 24 de abril de 2019 uma visita à Escola Infantil Nossa Senhora Aparecida que fica localizada na Rua Honduras 19  Belém Velho,  Porto Alegre. É uma entidade sem fins lucrativos de atendimento a crianças, possibilitando também atividades de serviço de convivência para adolescentes.
A entidades atende mais de 90 crianças e adolescentes assim como suas famílias, proporcionando uma vida mais justa e digna.
Agradecemos a acolhida pelas gestoras da entidade, e sempre acreditando que somando forças e formando redes, e possível uma transformação social.




Vivemos um momento de intensa contradição da classe trabalhadora, mesmo com grandes ataques contra direitos civis e trabalhistas, ataques contra a vida, uma parcela da população segue apostando em uma saída mágica para crise estrutural forjada pelo capitalismo.
Não temos dúvida que exista alternativa a fome ao desemprego e todas chagas que possa ser provocada por este sistema excludente, a inversão deste modelo é possível com o fortalecimento de relações justas e solidária, a Economia Solidária é uma alternativa concreta e necessária.
Muito tem sido os ataques que o movimento ECOSOL vem sofrendo ao logo destes últimos anos tanto em esfera nacional, estadual e municipal. Tivemos a extinção da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES) da Secretaria Estadual de Economia Solidária e Apoio à Micro Empresa (SESAMPE), com o fim das ações que vinham sendo executadas pelo Departamento de Incentivo e Fomento à Economia Solidária (Difesol), o não reconhecimento pelos últimos dois governadores estaduais do Conselho Estadual de Economia Solidária, assim como muitos outros ataques.
Os fóruns de Economia Solidária são espaços legítimos de auto-organização popular e precisa se manter independente para que possa seguir construindo as lutas necessárias para construção de uma sociedade justa economicamente e ambientalmente. 
A AVESOL tem participado como entidade de apoio do Fórum Municipal de Economia Solidária do Município de Gravataí, na mediação para construção de um Regimento Interno que contemple as demandas e necessidades dos grupos de economia solidária e que fomente a autogestão e a participação dos grupos nos espaços públicos do município, também estamos auxiliando na construção de uma comissão eleitoral para realização de novas eleições.
Saudamos a todos os grupos de economia solidária do estado que tem resistido e com força e construído alternativas econômicas, sociais e ambientais



23 de abril de 2019


Nos dias 10 e 11 de abril de 2019, cinco grupos representantes da Rede Ideia, participaram da primeira edição do ano da Feira das Mães Arteiras promovida pela Associação de Pais e Mestres do Colégio Marista Ipanema. O espaço da feira tem oportunizado aos grupos da Rede Ideia uma interação com outros artesãos promovendo uma troca de experiências técnicas e conhecimentos. O grupo Multi Coisas tem ganhado destaque em todas as edições da feira comercializando e expondo brinquedos pedagógicos feito de madeira.
Além da oportunidade de comercialização no espaço, os grupos participaram de uma roda de conversa promovida pela equipe de educadores da AVESOL tendo como tema: Democracia participativa um desafio de todos!
Os grupos que fazem parte da Rede Ideia têm participado ativamente dos espaços coletivos de comercialização e apresentado a Economia Solidária como alternativa ao modelo capitalista, demonstrando uma forma justa de produzir e comercializar, respeitando o meio ambiente e a vida!
A Feira das Mães Arteiras tem sido um espaço vivo e presente para a Rede Ideia, agradecemos a parceria com o Colégio Marista Ipanema e com toda comunidade escolar.





No dia 22 de abril de 2019, a  AVESOL  realizou uma visita à Instituição Pequena Casa da Criança, parceira do Programa de Voluntariado da AVESOL. O intuito foi de estreitarmos os vínculos e aprofundar a rede de mobilização social mostrando a importância do Voluntariado nas Instituições em prol da Cultura de Paz e Solidariedade. O voluntário é a ferramenta de transformação social, tendo como bandeiras a cidadania, o comprometimento social e o desenvolvimento humano.
Agradecemos a acolhida pelo responsável dos Voluntári@s da Instituição, Giovani Bergamaschi, acreditando em um mundo mais solidário.  



YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Categories

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores