27 de novembro de 2015

Resumimos nossa leitura do momento histórico a um jogo de xadrez, em que de um lado do tabuleiro estão grandes torres e cavaleiros defendendo seu rei e sua rainha, e de outro lado, uma nova configuração do jogo as peças uniformes pequenas com direito de avançar uma casa de cada vez. À primeira vista jogadores apostariam suas fichas na primeira opção, porém resistir já não é mais a estratégia usada pelas pequenas peças, sua história ao decorrer do tempo possibilitou novos modos de existir. O passado coube uma única tarefa: sobreviver. Para um apostador mais cauteloso, tomaria cuidado antes de apostar suas fichas na primeira opção, esse mesmo jogador faria a si mesmo a seguinte pergunta: - Essas pequenas peças, os “peões” (trabalhadores), sobreviveram às regras perversas do jogo e ainda estão de pé, dispostos a resistir, mesmo sem torre para defendê-los. Os cavaleiros já não são mais solidários aos seus sofrimentos. E não há rei nem rainha para ser defendidos, apenas o peão ao seu lado, assim como todos os outros que estão no tabuleiro, porém essas pequenas peças seguem avançando casa a casa.
Alguém pode nos convencer que o jogo está perdido?

Com esse espírito de valentia e com toda capacidade de se moldar frente às diversidades impostas pelo sistema capitalista, é que realizamos mais um encontro Estadual da Rede Ideia - Cultivando o Amanhã. O objetivo de conectar os empreendimentos solidários dos diferentes cantos do estado , de diferentes setores e arranjos produtivos, para socializar suas experiências e expor suas dificuldades, para que  de uma forma coletiva possamos pensar na organização da Rede Ideia como uma estrutura dinâmica produtiva, com capacidade de conectar as necessidades dos diferentes EES para uma produção social do capital.

O encontro Conectando Ideias aconteceu no dia 19 de novembro de 2015 na Casa da Juventude Marista – CAJU, contou com a presença de mais de 70 integrantes dos ESS da Rede Ideia - Cultivando o Amanhã, e proporcionou um amplo espaço de debate sobre a nova conjuntura que estamos vivendo.

O tom do debate foi dado pelos EES, ao se colocarem como protagonistas da representação da nova forma de organizar o setor produtivo, combinando bandeiras como democracia popular direito ao uso dos espaços públicos, respeito à orientação sexual, defesa pelos direitos humanos, contrapondo o cenário devastador vivenciado na contemporaneidade. A combinação dessas consignas se materializa no dia a dia de trabalho d@s trabalhador@s Rede Ideia Cultivando o Amanhã.

É com esse espírito aguerrido que queremos agradecer a todos os Empreendimentos Solidários que contribuíram durante o ano de 2015 para que pudéssemos consolidar a Rede Ideia - Cultivando o Amanhã.

Também agradecemos aos parceiros que possibilitaram a continuidade das ações de fortalecimento da Rede Ideia. 




Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com expressões ofensivas serão excluídos.

YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores