27 de agosto de 2018

No dia 24/07/2018, o Centro de Referência em Direitos Humanos – AVESOL ministrou oficina sobre Direitos das Juventudes e Grupos Vulnerabilizados para jovens atendidos pelo Instituto Brasileiro Pro Educação e Trabalho (ISBET), localizado na Rua Voluntários da Pátria, 513, 5º andar, Centro Histórico, em Porto Alegre/RS, por meio do convênio com MDS/SNC 861471/2017.
A oficina abordou a temática dos direitos das crianças, adolescentes, jovens e grupos vulnerabilizados. Para tanto, os jovens foram instigados a conhecerem a respeito do tema a partir de uma leitura dos artigos da Constituição Federal que originaram os principais estatutos de proteção a estes grupos, como o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Estatuto da Juventude, Estatuto da Pessoa com Deficiência, Estatuto da Igualdade Racial, Lei Maria da Penha, entre outros.
Cada jovem fez a leitura de uma parte do art. 227 da Constituição Federal de 1988 para que a turma refletisse e relacionasse com a realidade o contido na lei. Com isso, abordou-se a temática de uma forma dinâmica. Nesta senda, também se abordou a questão da redução da maioridade penal. Os jovens foram incentivados a exporem seus argumentos contra e a favor da redução da maioridade penal, tendo sido o tema debatido em grupo. Muitos não sabiam dos dados sobre os níveis de reincidência e a possibilidade de reinserção social, que é maior dentro do sistema de medidas socioeducativas. Assim, pode-se afirmar que há muito desconhecimento sobre os reais objetivos e consequências da redução da maioridade penal, sendo tal discurso utilizado de forma eleitoreira e demagógica por políticos, com sérios riscos aos Direitos Humanos dos Jovens.  
Por fim, apresentou-se os principais direitos contidos no Estatuto da Igualde Racial e da Pessoa com Deficiência, bem como os alarmantes dados da violência de gênero no Brasil e os canais de denuncia existente para comunicar violações de direitos. Os jovens apontaram que a desigualdade social, o machismo e o racismo presente na sociedade é algo que precisa ser combatido, tendo sido o debate bastante profícuo. 



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com expressões ofensivas serão excluídos.

YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Categories

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores