26 de julho de 2017

No dia 21 de julho de 2017, o Centro de Referência em Direitos Humanos - CRDH realizou oficina para cerca de 35 adolescentes entre 14 e 18 anos, atendidos pelo Centro Marista Santa Isabel- CEMASI em Porto Alegre/RS. A oficina teve como foco a temática Bullying, buscando a conscientização desta prática como negativa e prejudicial na convivência diária no ambiente escolar e institucional.
Após uma breve apresentação da equipe do CRDH e das atividades que este se propõe, como orientação/atendimento/encaminhamento de denúncias de violação de direitos, formações em direitos humanos das crianças e dos adolescentes/participação nas redes de proteção das crianças e dos adolescentes e divulgação de conteúdo sobre direitos humanos nas mídias, aos adolescentes foram os conceitos e as leis antibullying.
Depois, iniciou-se uma dinâmica de apresentação, na qual os jovens foram convidados a dizer seu nome, idade e uma palavra que representasse seus desejos, angústias, etc. quanto ao que percebem hoje na sociedade em relação às crianças e adolescentes. Tal palavra deveria expressar um desejo sobre algo que deveria mudar ou algo que estes não concordavam e que sempre ocorria.    
Em seguida, os jovens foram separados em 6 grupos de aproximadamente 6 alunos. Foram entregues a cada grupo um pedaço de papel pardo, um saco plástico contendo frases negativas, de bullying, cotidianamente falada pelos jovens e distribuídas entre os participantes. Eles foram convidados a refletir os sentimentos e opiniões que afloraram quando leram aquelas frases e a expressar isso em uma parte do papel pardo. Foram dados 15 min para esta atividade. Após foram distribuídos para cada grupo frases de tipo positivas, de elevação de auto estima e também foi pedido para refletirem sobre as impressões causadas ao lerem aquelas frases e expressarem no papel pardo. Os jovens escreveram sentimentos e opiniões no papel pardo. Terminada a tarefa cada grupo fez uma breve apresentação do cartaz construído com sentimentos, opiniões, e colagens das frases.
O objetivo da atividade era fazer com que os jovens se colocassem no lugar daqueles que sofrem com o bullying e perceberem que uma postura amigável, colaborativa, solidaria melhora a convivência em grupo familiar, escolar e de amizades. Percebeu-se na apresentação que eles conseguiram alcançar esta compreensão e o objetivo da formação foi alcançado. Ao final da atividade foram distribuídos exemplares do ECA e do Estatuto da Juventude entre os participantes.


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com expressões ofensivas serão excluídos.

YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores