30 de agosto de 2016


Aconteceu nos dias 23 e 24 de agosto de 2016 o encontro quadrimestral da Rede Idéia no segmento de reciclagem. Esse evento teve por objetivo proporcionar um espaço para troca de experiências e saberes  para catadores de materiais recicláveis que trabalham em Unidades de Triagem.  A AVESOL já trabalha com essa metodologia desde 2007.  Independente de projetos sociais e parceiros apoiadores nosso compromisso com a reciclagem é mantido e reafirmado há mais de nove anos e está dentro do nosso programa Comunidade Produtiva.
Neste encontro tivemos a participação com a participação das unidades de triagem:  ASCAT; COMCAT, Coopertinga, Santa Terezinha, Padre Cacique, COLABORE, Rubem Berta, UNICICAR e ECOSOUVENIR, Mãos Dadas com a Ecologia, Torotama e contando com o parceiro Movimento Nacional de Catadores de Nateriais Recicláveis – MNCR. 
O evento oportunizou o espaço para a construção coletiva, colaborativa de novos saberes como grupo.   Os temas abordados durante o encontro foram: administração participativa dentro de cooperativas e associações de reciclagem, administração de conflitos, acolhimento e afastamento de sócios, entre outros. Ainda durante nosso encontro destacamos a fala do Alex, do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis – MNCR, sobre o cenário da reciclagem no Brasil. Segundo Alex Cardoso -MNCR e também segundo o site Portal Brasil em nosso país reciclamos 3% do material. Hoje nós temos aproximadamente 90% das latas de alumínio 60% das garrafas PETs e 40% do papel.  
Segundo blog de Leonardo Boff no texto de WASHINGTON NOVAES o Brasil é terceiro país no mundo (após China e Estados Unidos) que mais lixo gera. Estatísticas falam em 220 milhões de toneladas/dia, em torno de 1,2 quilo diário por pessoa.
Quando terminar o dia de hoje você produziu todo esse lixo e mais da metade segundo o Plano Nacional de Gerenciamento de Resíduos Sólido metade do lixo que você produziu é matéria orgânica.




Ainda segundo o PNRS deste total os materiais recicláveis são encontrados na proporção mostrada na figura abaixo


Outro dado importante é a falta de destinação adequada inclusive em cidades com coleta seletiva. Isso mesmo mesma há cidade que por obrigação de lei e por incentivos públicos faz a coleta seletiva e destina os materiais para o lixão, ou aterro sanitário elevando o custo que a população paga por este serviço e aumentando ainda mais nossa conta ambiental.  Mais ainda, as prefeituras não investem em educação ambiental, se concentram em ações pontuais durante a semana do meio ambiente. É importante estender esse debate até nossas casas e principalmente as cidades e pesquisar mais sobre estes assuntos como a reciclagem. Ser amigo do catador é ser amigo da natureza.  


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com expressões ofensivas serão excluídos.

YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores