22 de maio de 2018


No sábado, dia 19, pela manhã, o PPE – UFRGS, Programa de Português para Estrangeiro da Universidade ministrou aula de português para migrantes venezuelanos vinculados ao Projeto Araguaney em parceria com a AVESOL. O projeto idealizado por estudantes do curso de Licenciatura em português tem duração de dois meses e o foco é português para entrevistas de trabalho e currículo. Compareceram 17 migrantes da atividade e todos muito interessados em aprender português, o clima foi de integração e solidariedade entre os participantes do curso. Aprender nossa língua é requisito essencial para conseguir uma vaga no mercado de trabalho.  Para os migrantes haitianos e senegaleses há uma maior dificuldade na aprendizagem de português pela diferença maior entre os idiomas. A professora Ketina Timboni do PPE/UFRGS, responsável pelos projetos, esteve presente neste sábado e sinalizou a vontade de ampliar o curso de português para venezuelanos com enfoque na conversação e escrita e também para o ensino de português para senegaleses e haitianos, é um projeto a ser construído. No momento o CRDH não possui aulas de português para migrantes, mas existem iniciativas em organizações parceiras, como no CIBAI e Paróquia Santa Clara em Porto Alegre, e no Sindicato dos Metalúrgicos em Canoas.




Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com expressões ofensivas serão excluídos.

YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Categories

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores