16 de agosto de 2013



Um exemplo a ser tomado.

Em um mundo cada vez mais competitivo centrado na valorização do capital, também há espaço para organizações produtivas voltadas a valorização humana. Exemplo disso é a força e à proporção que o movimento de economia solidária tem ganhado nos últimos anos, não só apenas como consigna usada por gestores públicos, mas sim com uma identidade própria baseada na autogestão e autonomia.
Esses princípios fizeram com que uma nova fase se abrisse para a economia solidária no Município de Viamão, fruto da organização dos empreendimentos e da demonstração da necessidade de construir instancia representativas fortes e legitimas para que possa ter voz e vez quando necessário.
No final do primeiro semestre deste ano o executivo enviou para Câmara Municipal de Vereadores a proposta do projeto de Lei N°131 que "INSTITUI APOLÍTICA DE APOIO E INCENTIVO AO COOPERATIVISMO E ASOCIATIVISMO NO MUNICÍPIO DE VIEMÃO - RS.


No dia 11 de Julho de 2013 O Fórum Municipal de Economia Solidária de Viamão barrou a votação da proposta do projeto de lei N° 131 na Câmara Municipal por entender que o projeto previa disciplinar ações conjuntas em duas situações de natureza distintas do ponto de vista legal, alem de não estar em consonância com as vozes dos empreendimentos solidários do município que dês de 1983 vêm se organizando de forma coletiva lutando por mais espaços de comercialização justa no município.

O dia de ontem (13/08/2013) foi o dia da maioria, foi o dia que o fórum propôs a construção de um seminário que debatesse a realidade dos empreendimentos solidários e que colocasse como centro no debate a inclusão da economia solidária como uma das prioridades do executivo. O Seminário Economia Solidária em Foco aconteceu no Instituto Marista graças em Viamão, e contou com a presença do Senhor Vicente Bogo ex-vice-governador do Estado e Presidente da OCERGS da senhora Nelsa Nespolo Diretora do departamento de Economia Solidária do Estado e o representante da Associação do Voluntariado e Solidariedade AVESOL Douglas Filgueiras como palestrantes do encontro. O seminário contou com a presença de quatro vereadores do município do diretor da Secretária de Indústria e Comercio e com mais de 40 empreendimentos solidários que colocaram suas opiniões e suas duvidas durante o encontro.

Foi proposta pelo Fórum a construção de uma frente parlamentar que construa junto com os empreendimentos uma lei que contemple as necessidades de organização da produção coletiva no município que priorize as compras publicas dos empreendimentos solidários e que crie um fundo especifico para o fomento da Economia Solidária no município.


O seminário serviu para demonstrar que existem duas maneiras de organizar uma economia, uma que busca o lucro a gera a ganância e outra que vai ao encontro das necessidades do povo.

 


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com expressões ofensivas serão excluídos.

YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores