13 de dezembro de 2016

No dia 09/12/2016, na Casa da Juventude Marista, mais de 118 pessoas representantes dos Empreendimentos Econômicos Solidários que compõem a Rede Ideia - Cultivando o Amanhã proporcionaram um grande debate indicando iniciativas necessárias para consolidação da política pública de fomento à Economia Solidária no país. O encontro contou com a presença da Deputada Federal Maria do Rosário, relatora do PL 4685, Lei da Economia Solidária, com Deputado Estadual Zé Nunes, que coordena a Frente Parlamentar Mista de Economia Solidária no Estado, e a Vereadora Sofia Cavedon.
A Rede Ideia - Cultivando o Amanhã é um organismo vivo composto por Empreendimentos Econômicos Solidários que desenvolvem seu trabalho de forma cooperada, tendo como base a democracia participativa. Ao longo dos anos, a AVESOL, por meio do Programa Comunidade Produtiva, tem contribuído para o fortalecimento e o desenvolvimento sustentável dos EES integrantes da Rede Ideia, através de sua assessoria.
A centralidade do debate teve como plano de fundo a defesa de direitos da economia solidária, a necessidade da aprovação da PL 4685/12 para criação de um sistema nacional, prevendo o fundo de incentivo para fomento às atividades de formação e trabalho cooperado. Mesmo com a aprovação do projeto de lei que avança no combate ao grande capital monopolista, os riscos são muitos.
A certeza de que a mudança é necessária tem sido o elemento unificador entre os diferentes movimentos sociais que clamam por justiça econômica social e igualdade de gênero. A Economia Solidária é parte deste processo de resistência pois leva em sua essência o contraponto ao capitalista. A economia solidária é complexa porem prevê uma justa distribuição da riqueza gerada pelo trabalho.
Em vista a necessidade da aprovação do projeto de Lei e a fragilidade institucional do período, onde as vozes que ressoam nas ruas por direitos sociais não encontram coro no parlamento, a Rede Ideia soma-se à luta em defesa de direitos. Não compactuamos com a tese de que o solo esta infértil pois temos a certeza de que estamos plantando nossa semente e nosso sangue e suor da labuta ira regar um novo amanhã.
Temos a responsabilidade com a economia solidária de unificar bandeiras de luta, seja ela por uma educação libertadora que não condicione aos interesses do mercado, seja avançar no campo social com bandeiras democráticas sem restrição dos direitos civis,  dos campos sociais que compõem o conjunto das forças políticas de nosso pais, e a disputa do mercado interno uma reorganização da produção a serviço do bem viver respeitando a vida e os limites das forças produtivas sem ter como base de acumulação a extração da força de trabalho e sem agredir o meio ambiente. O projeto de Lei da Economia Solidária é um passo fundamental para aprofundarmos a disputa do estado, nos da Rede Ideia seguiremos lutando em defesa da Economia Solidária.
Queremos agradecer a tod@s que participaram durante o ano de 2016 e caminharam ao nosso lado acreditando em uma nova sociedade. Agradecemos a Deputada Federal Maria do Rosário, ao Deputado Federal Marcon, ao Deputado Estadual Zé Nunes e a Vereadora Sofia Cavedon ambos tem demonstrado sua combatividade e defendido a Economia Solidária.
A Rede conecta-se a milhares de pontos que cria uma onda que não defende partido ou políticos, mas reconhece as frentes amplas de defesa aos direitos sociais.

Lutar sem Temer.








Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com expressões ofensivas serão excluídos.

YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

avesol@avesol.org.br

Seguidores