segunda-feira, 29 de março de 2021

Considerando os muitos desafios apresentados pela pandemia do COVID 19 e o seu respectivo e necessário isolamento  social, aconteceu no dia 27 de março de 2021 o Encontro  Virtual de Novos Voluntá[email protected]  da PUCRS  e apresentação das Instituições Socias parceiras que poderão receber voluntá[email protected] na modalidade online.

O Pró Reitor de Extensão e Assuntos Comunitários, Irmão Marcelo Bonhemberger abriu o mesmo falando da conjuntura atual e do momento delicado que estamos vivendo, mas dando a devida importância ao Voluntariado como ferramenta  de construção da cidadania e na formação de profissionais mais humanos e comprometidos com uma  transformação social.

Agradecemos aos participantes, desejando que essa caminhada seja o início para a construção de um mundo mais justo e solidário.





O acolhimento pode ser entendido coma a maneira de receber ou ser recebido por alguém. É o jeito de se aproximar e se deixar aproximar. Encontrando gentileza, generosidade, carinho, respeito e compreensão.

Nesse sentido, foi realizado  em 25/03/2021 uma reunião virtual com Instituições parceiras do Programa de Voluntariado da AVESOL e da Pastoral PUCRS para falar um pouco de ideias para 2021 e alinhar as mesmas para o Encontro de Voluntários da PUCRS Virtual que será realizado dia 27/03/2021 .  O momento foi de trocas e para tirar algumas dúvidas, assim como acolher idéias.

Agradecemos  a [email protected]  que participaram da reunião,  desejando que o Encontro traga frutos de muitos vínculos e fortalecimento com o Voluntariado.     






sexta-feira, 26 de março de 2021

 No dia 24/03 realizamos uma oficina sobre Direitos Humanos para adolescentes e jovens com idade entre 13 e 22 anos do Centro de Educação Profissional São João Calábria, que teve 96 visualizações ao vivo na plataforma onde foi exibida. Trabalhamos o conceito dos Direitos Humanos através de seus fatos históricos tendo como período de análise a partir do século XVIII. A Revolução Francesa, as lutas por independência das nações americanas, as guerras mundiais foram alguns dos acontecimentos históricos apresentados. Vimos como as ideias de liberdade e igualdade moldaram a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão e como a fraternidade constituiu a Declaração Universal dos Direitos Humanos em 1948. Outro marco importante, no Brasil, foi a Constituição Federal de 1988, conhecida como Constituição Cidadã, como consequência das arbitrariedades de 20 anos de ditadura militar e tem como um dos fundamentos a dignidade humana. Desenvolvemos as dimensões civis, sociais e difusas dos Direitos Humanos e defendemos a promoção desses como alternativa para uma vida em sociedade mais justa. Agradecemos a parceria e acolhimento do Calabria e estamos sempre a disposição para somar forçar em prol da promoção de Direitos Humanos. 





quinta-feira, 25 de março de 2021

No dia 24 de março de 2021, o Fórum Brasileiro de Economia Solidária – FBES realizou a primeira reunião com a sua Coordenação Nacional do ano, contando com a presença de 19 Estados. Organizada pela Coordenação Executiva do FBES, o qual a AVESOL é integrante, discorreu sobre a conjuntura difícil, devido a pandemia e falta de políticas públicas para os empreendimentos econômicos solidários, os estados trouxeram as realidades das bases, em que os emprendimentos estão adequando suas formas de produção e comercialização, contudo a redução foi significativa. Após essa avaliação Nacional, o FBES percebeu mais uma vez a necessidade de posicionamento e de resistência, inclusive com apoio da Frente Parlamentar Nacional. A Lei Aldir Blanc, têm sido alternativa para muitos estados de sustentabilidade e apoio aos empreenidmentos econômicos solidários. Outros assuntos tratados na reunião foi a retomada da participação na RIPES e atuação na Agenda 2030, por meio do GT de articulação do FBES, e a VI Plenária Nacional, que terá a primeira reunião da Comissão Organizadora Nacional da VI Plenária na próxima semana. Salientou-se que a referente ao recurso da emenda parlamentar do Deputado Federal Glauber, indicada para a realização da Plenária, ainda não foi gravado no orçamento anual, podendo não ser direcionada. A reunião aconteceu no dia do aniversário do professor Paul Singer, e inciou com a presença significativa da sua filha, a Helena, e do seu grande companheiro, Roberto Marinho. As lembranças e memórias que deram o tom inicial, juntamente com um berimbau cirandeiro, nos fortaleceram e nos alimentaram para acreditar que a vida é o nosso bem maior e a economia precisa estar voltada para o bem viver e para solidariedade! Paul Singer, PRESENTE! Economia Solidária, PRESENTE!




sexta-feira, 19 de março de 2021

 O Programa Comunidade Produtiva da Associação do Voluntariado e da Solidariedade - AVESOL tem como objetivo, contribuir com o desenvolvimento territorial através de ações que promovam o desenvolvimento social, econômico e ambiental de pessoas e grupos que buscam trabalhar de forma associativa.

Em meio a mais brutal crise de nossa história, ter a oportunidade de conectar ideias e proporcionar espaços de negócios colaborativos nos traz esperança.
Foi através da Agência Blaise que a AVESOL possibilitou a parceria entre a Farmatec (Farmácia de Manipulação) e a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis da Cavalhada (ASCAT) que tem como objetivo dar um destino ambientalmente correto aos resíduos gerados pela farmácia. A empresa tem buscado adotar políticas sustentáveis que colaborem e gerem oportunidades dos pontos de vista ambiental e social. 

De acordo com Luciano Menezes, da diretoria da ASCAT, iniciativas como esta são importantes não só pelo impacto ambiental e social gerado, mas também, pela conscientização sobre o ecossistema da reciclagem e tudo que a envolve, como geração de empregos e renda. “Hoje, 80% das pessoas que trabalham na cooperativa são mulheres, mães de família. A única renda delas vem da cooperativa”, afirma Luciano.

Parabéns a Farmatec pela linda iniciativa, bons exemplos mudam o mundo!  





quarta-feira, 17 de março de 2021

 Nesse momento delicado pelo qual estamos passando em função do COVID 19 e o isolamento social, o trabalho voluntário presencial no HSL (Hospital São Lucas) da PUCRS está temporariamente parado devido a todos os cuidados necessários na pandemia. Nesse sentido foi realizado em 16/03/2021 um encontro virtual como forma de acolhimento e saber um pouco como cada um dos participantes está vivendo esse momento, pois como escreveu Leonardo Boff “o cuidado sempre aparece quando a existência de alguém adquire significado para nós”.

Foram partilhados sentimentos, vivências e esperança de que tudo isso passe logo.

Também foram apresentadas duas ações para que os voluntá[email protected] possam contribuir com o HSL.  Dois espaços vazios em calçadas nas duas entradas do hospital, onde será feito um pequeno jardim, com doações de flores e terras, também será buscado doações de roupas masculina (abrigo de moleton, bermudas leves, roupas intimas -novas) todas em condições de uso e já higienizadas que serão destinadas aos pacientes do hospital.

Apesar da distância física, estamos unidos em coração, sabendo que o Voluntariado é a arte que nos remete encontrar o outro e anos mesmo.

Até o próximo encontro! 




terça-feira, 16 de março de 2021

É muito rico poder se encontrar com lideranças tão fortes e sapientes como as lideranças que participaram do primeiro Encontro Virtual Rede Ideia com os catadores. Representantes de todo o estado se reuniram virtualmente, na última quarta-feira, dia 10 de março, para apresentar a situação dos trabalhadores da catação, desde as dificuldades que enfrentam até as esperanças para o ano de 2021. Todo trabalho e organização só é possível através de planejamento. E para isso, o Irmão Miguel conversou com os participantes sobre as atuais frentes de trabalho da instituição e quais objetivos a AVESOL desejava trabalhar com os Galpões de Reciclagem. Daniela, conduzindo o momento de espiritualidade, traz as questões do Feminino e do Trabalho da mulher, destacando que no último dia 8 era o Dia Internacional das Mulheres. A Economia Solidária é feminina e essas trabalhadoras ocupam todos os espaços dessa luta. Galpões são liderados por mulheres e muitos de seus trabalhadores também são.

Os presentes expuseram os tópicos que eram importantes para os trabalhos da Rede Ideia no ano de 2021. Conhecer a Pandemia e trabalhar a percepção de que o vírus não será tão passageiro quanto queríamos. Esses foram dois aspectos que guiaram os debates que se sucederam. Trabalhar com formações do descarte correto dos resíduos resultantes da batalha contra o vírus, formações de comercialização, trabalhar com tecnologias que possam aumentar a renda dos trabalhadores, trabalhar com burocracias, trabalhar a união entre as cooperativas em todos o estado e, principalmente, abraçar TODOS os galpões não importando no estágio de organização que estejam. Esses foram alguns dos tópicos que os participantes do Encontro Virtual trouxeram para a mesa e a AVESOL os abraçará e trabalhará com eles em 2021.




sexta-feira, 12 de março de 2021

 É muito importante planejar antes de agir, ainda mais, se devemos carregar em nossas ações os valores da Economia Solidária. É por isso, que a AVESOL realizou na última segunda-feira, dia 08 de março o primeiro Encontro Virtual do ano de 2021 com os Grupos de Economia Solidária de artesanato assessorados pelo Programa Comunidade Produtiva. Na oportunidade, que coincidia com o Dia Internacional das Mulheres, Irmão Miguel fez a abertura valorizando o poder do Feminino nos trabalhos, o espaço que ocupavam no movimento, do qual, são a maioria e preenchem lugares de liderança e destaque. A Economia Solidária é feminina e Daniela, no momento de espiritualidade, pôde aprofundar essas questões e o fez com o auxílio das artesãs presentes, que compartilharam palavras que pudesse orientar o planejamento e os valores que a Rede Ideia deveria seguir nesse ano. União, Sabedoria, Solidariedade, Fé, Trabalho, entre muitas outras. Essas palavras representam os valores que trabalharemos. Esse ano, a Rede Ideia se prepara para se aprofundar, ainda mais, no mundo da comercialização online com muito mais força, além de, continuar a se especializar com formações e assessorias que prometem fortalecer os laços que existem e fortalecer a Comunidade Rede Ideia como todo.





Confira na íntegra a carta dirigida à sociedade brasileira das entidades signatárias do Pacto pela Vida e pelo Brasil:

Nós, entidades signatárias do Pacto pela Vida e pelo Brasil, sob o peso da dor e com sentido de máxima urgência, voltamos a nos dirigir à sociedade brasileira, diante do agravamento da pandemia e das suas consequências. Nossa primeira palavra é de solidariedade às famílias que perderam seus entes queridos.

 

Não há tempo a perder, negacionismo mata. O vírus circula de norte a sul do Brasil, replicando cepas, afetando diferentes grupos etários, castigando os mais vulneráveis. Doentes morrem agonizando por falta de recursos hospitalares. O Sistema Único de Saúde – SUS continua salvando vidas. No entanto, os profissionais da saúde, após um ano na linha de frente, estão à beira da exaustão. A eles, nosso reconhecimento.

 

É hora de estancar a escalada da morte! A população brasileira necessita de vacina agora. O vírus não será dissipado com obscurantismos, discursos raivosos ou frases ofensivas. Basta de insensatez e irresponsabilidade.  Além de vacina já e para todos, o Brasil precisa urgentemente que o Ministério da Saúde cumpra o seu papel, sendo indutor eficaz das políticas de saúde em nível nacional, garantindo acesso rápido aos medicamentos e testes validados pela ciência, a rastreabilidade permanente do vírus e um mínimo de serenidade ao povo.

 

A ineficiência do Governo Federal, primeiro responsável pela tragédia que vivemos, é notória. Governadores e prefeitos não podem assumir o papel de cúmplices no desprezo pela vida. Assim, apoiamos seus esforços para garantir o cumprimento do rol de medidas sanitárias de proteção, paralelamente à imunização rápida e consistente da população. Que governadores e prefeitos ajam com olhos não só voltados para os seus estados e municípios, mas para o país, através de um grande pacto.  Somos um só Brasil. 

 

Ao Congresso Nacional, instamos que dê máxima prioridade a matérias relacionadas ao enfrentamento da COVID-19, uma vez que preservar vidas é o que há de mais urgente.  Nesse sentido, o auxílio emergencial digno, e pelo tempo que for necessário, será imprescindível para salvar vidas e dinamizar a economia.  Ao Poder Judiciário, sob a liderança do Supremo Tribunal Federal, pedimos que zele pelos direitos da cidadania e pela harmonia entre os entes federativos. Que a imprensa atue livre e vigorosamente, de forma ética, cumprindo sua missão de transmitir informações confiáveis e com base científica, sobre o que se passa. Enfim, que a voz das instituições soe muito firme na defesa do povo brasileiro!

 

Fazemos ainda um apelo particular à juventude. O vírus está infectando e matando os mais jovens e saudáveis, valendo-se deles como vetores de transmissão. Que a juventude brasileira assuma o seu protagonismo histórico na defesa da vida e do país, desconstruindo o negacionismo que agencia a morte. 

 

Sabemos que a travessia é desafiadora, a oportunidade de reconstrução da sociedade brasileira é única e a esperança é a luz que nos guiará rumo a um novo tempo.  

 

 

Quarta-feira, 10 de março de 2021.

 

 

Dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB

Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB

José Carlos Dias, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo

Evaristo Arns - Comissão Arns

Luiz Davidovich, presidente da Academia Brasileira de Ciências - ABC

Paulo Jeronimo de Sousa, presidente da Associação Brasileira de Imprensa - ABI

Ildeu de Castro Moreira, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC





quarta-feira, 10 de março de 2021

No dia 19 de fevereiro o CRDH/AVESOL esteve na Aldeia Fag Nhim na Lomba do Pinheiro para assessorar os representantes Kaingang sobre suas demandas sobre a educação pública e organização comunitária. A escola de ensino fundamental que atende a aldeia passou por um processo de obra que não foi concluída. Tiveram aulas em um lugar provisório, antes da pandemia e, ainda depois da pandemia, não foi continuado e nem concluído o processo de execução da obra para melhoria da educação indígena. Uma forte demanda da comunidade é organizar uma associação para poderem captar diversas fontes de recursos para o desenvolvimento humano e social das famílias da aldeia. Realizamos  a entrega de vinte cestas básicas em uma ação de solidariedade, fundamental para famílias que estão sem condições de fazer o comércio de seu artesanato.   




terça-feira, 9 de março de 2021

No dia 5 de março, o Centro de Referência em Direitos Humanos/ Avesol, realizou a primeira oficina do ano de 2021.

De forma totalmente on-line, participamos da jornada Pedagógica do  Movimento por uma Infância Melhor (MIM), localizado no Bairro Bom Jesus.
O MIM atende 105 crianças e adolescentes em sistema de rodizio devido a bandeira preta vigente no estado. 

Durante os primeiros meses de pandemia, o serviço foi suspenso e retornou em outubro e não parou mais.

Durante o período sem atendimento e no período atual de rodizio, o MIM, auxiliou e auxilia as famílias através da doação de alimentos, que recebem de voluntários.

Realizamos a oficina sobre Direitos da Crianças, adolescentes e jovens e forma debatidas questões referentes ao relacionamento das crianças e adolescentes com a família durante a pandemia e como reforçar os cuidados a preservação da vida.

Durante o mês de março realizaremos outras 3 oficinas: Gênero e Sexualidade, Meio Ambiente e Cidadania. 



YouTube

YouTube
Assitir vídeos da AVESOL no canal de YouTube

Notícias arquivadas

Tecnologia do Blogger.

Como Chegar

Principais Contatos

51 3221 2318

[email protected]

Seguidores